coisacast38

CoisasCast #38 – O já-esperado balanço geral de “Rock Story”

Agora quinzenal, o CoisasCast está de volta para discutir sobre o final de “Rock Story”… quer dizer, foi quase uma entrevista, afinal o Fábio não assistiu à novela. Além disso, uma das melhores cartinhas dos leitores dos últimos tempos e Larissa destila seu ódio por uma banda brasileira.

Fábio Garcia

Eu só faço a contabilidade

Você pode gostar...

Comenta Aí!

25 Resultados

  1. Júlia disse:

    Não existe possibilidade de defender o Fiuk como ator, ele é extremamente limitado, quem assistiu ao filme “As melhoras coisas do mundo” onde o papel do Fiuk era o co-protagonista e que respondia pela parte dramática do filme, viu que ele foi reduzido ao elenco de apoio, vários outros personagens secundários se destacaram no filme passando o co-protagonista.

  2. Chris Freires disse:

    Apesar de uma ou outra falha,no geral Rock Story foi uma ótima novela,gostei bastante e tive que vê-la pra notar o quanto Haja Coração foi ruim (sim,achava que vocês exageravam e que nem era tão ruim assim) mas fazendo comparativo na minha mente,foi ruinzinha sim. No começo achei que iria ser uma novelinha boba,meio MTV anos 90,meio Malhação e sem humor ia pegar só aquela parte merchan ruim da novelinha teen,porém não foi assim. Sobre núcleo cômico eu acho que os do Léo Regis,Viviane Araújo e os comparsas do Alex servem como núcleo cômico,porém,como não é um humor escrachado nem deu pra notar tanto,não era uma coisa tipo “ok,somos do núcleo de humor e vamos fazer de tudo pra cumprir o nosso dever e fazer você rir” tava mais pra “somos os mais engraçadinhos da novela,se você não rir é só mais um núcleo da novela,se você rir é bônus” . Quando a Diana deixou de ser apenas a filha mimada do dono da gravadora pra ser vilã real/oficial eu já tava prevendo que iam forçar a barra pra redimir ela no final,talvez se não tivessem vilãnizado taaanto a Diana nessas últimas semanas,não ia precisar vilanizar tanto o Lázaro no final.
    E a Júlia que passou a novela toda fugindo do bocó do Alex pra no final criar essa coragem toda pra ir atrás de mafiosos lá na terra do tio Sam??? a novela ta super nonsense,logo ela,que fugiu do padrão faixa das 7 esse tempo todo.
    Essa dúvida sobre o Rafa Vitti e o Fiuk estar atuando bem ou só ta interpretando eles mesmos,sempre tenho com o Caio Castro também,todos os personagens dele eu tive a impressão que ele ta interpretando algo muito parecido com o que ele é na vida real,até o Dom Pedro,ele tinha todo esse lance do pegador/galã/cafajeste e se encaixou direitinho no Caio. HAHA
    Acho que a Viviane Araújo deu show na Alinne e Nathália,porque as veteranas não fizeram mais do que a obrigação delas pela a experiência (principalmente a Alinne) e a Viviane era até ontem convidada do Aguinaldo e foi muito bem,me surpreendeu demais.
    E realmente,colocaram o rock como um estilo superior aos outros,porque por exemplo,os meninos da 4.4 são até maduros pra idade deles,são gente boa,tem opinião própria,não se deixam levar pelo o empresário como o Léo e eles tem uma vibe meio rock,sempre tão cantando cover de clássicos e tal e tenho a impressão que é proposital sim,mas deixa no off,porque essa coisa de que o rock é superior sempre teve,não vamos colocar como se fosse culpa da novela se vermos alguma discussão sobre o assunto nessas redes sociais da vida.
    Enfim,cumpriu o papel de uma novela das 7,ser gostosa de assistir,as outras coisas mirabolantes a gente exige da novela do horário nobre (que só tem decepcionada ultimamente) vamos ver o que será de Paga Pega agora.

  3. Um Noveleiro disse:

    Ainda bem que vcs falaram, porque a coisa que mais me incomodou na vida, nem foi a Lorena bandida perigosa no tablet, foi o fato da 4.4 só fazer cover. Gente… pelo amor. Apesar dessas últimas três semanas de novela terem sido bem maçantes, com pisoteamentos, Natália Dill escritora e Alex bandido perigoso e tantas outras bizarrices, Rock Story não foi uma novela ruim, cumpriu o papel. Agora mais esquisito do que comentarista dizendo que “Haja coração pisa em Rock Story”(tsc tsc), é a Vila do Seu Boneco. Caí na maldição da Vila do Seu Boneco e fui olhar no Youtube. Gente… que medo…

  4. Tulla Luana disse:

    Foi uma boa novela, principalmente comparada a tranqueira que era Haja coração. Teve pontos pessimos, principalmente aquela rivalidade do Zac com o outro moleque, bem mal explorada. Relação do Gui com o Zac foi rassa e também o pilot do Nicolau sem contar sobre a doença.
    Pontos positivos foi o núcleo Léo Régis, tendo destaque a Ana Beatriz Nogueira, arrasando como Neia. A relação Neia x Rômulo deu liga demais.
    Uma das coisas que achei mal explorada foi essa volta da Mariane, poderia ter voltado antes e ter tido um desenvolvimento melhor. Era um bom perfil.
    Num geral, novela foi nota 8 mesmo.
    P.s: Adorava o Núcleo do gordo mas a história do nino apaixonado não fez o mínimo de sentido.

  5. Essa novela foi boa no geral, más não foi essa coca-cola toda não. Muito pelo contrário, ás situações que poderiam render mais para a novela foram resolvida muito rápidas e também mal abordadas, pelas chamadas parecia que iriamos ver uma relação conflituosa entre pai e filho, más na verdade o que ocorreu é que teve poucos conflitos e que duraram poucos capítulos, a autora não soube explorar mais a fundo esse núcleo que poderia dar sim bastante destaque na trama. Outro caso é a irmã gêmea da Dill que poderiam deixar ela mais malvada e também renderia boas emoções já que a vilã da novela “Diana” (sono) é uma personagem desnecessária e insuportável, bom a gêmea má se sairia muito bem dando novos desdobramentos para essa monótoma reta final, e aquelas cenas dela por vídeo chamada me dava vergonha alheia e eram desnecessárias. Gostei mais do núcleo da família do Léo Régis, amo a dona Néia, no geral foi uma novela legalzinha e só!

  6. Sandy disse:

    Rock Story foi uma novela que desde o inicio parecia que ia engatar, que ia explodi, mas que permaneceu no mesmo lugar (girando em círculos). A redenção do Gui e relação conflituosa com o Zac foram resolvidas cedo demais (a pessoa nunca viu a cara do pai direito mas depois de uns meses vivendo com ele já vira tipo “meu herói”), a relação dele com a Júlia virou um amontoado de cenas para agradar shipper, a 4.4 não teve função nenhuma além de ser o objeto trabalho do Gui e mas nada, consequentemente bons perfis como o do Nicolau foram desperdiçados, a Lorena só apareceu no tablet (e a idiota aqui jurando que ela ia ter um papel importante na trama), o Lazaro sumiu metade da novela e mesmo já tendo desistido da Diana resolveu querer ela de volta na reta final (só pra encher linguiça), as participações de Laila, Mariane e da secretária do cabelo roxo foram mega avulsas e não contribuíram em nada pra novela (não sei pq tanta dificuldade em colocarem uma vilã a trama inteira).
    Mas apesar de tudo acho que o saldo é positivo, como a própria Larissa falou: apesar da reta final não ser das melhores a novela continuou gostosa de assistir e não aquele cidade alerta como TD+.

    Sobre Pega Pega: OLHEM QUE CHAMADA DE ELENCO PÉSSIMA https://www.youtube.com/watch?v=AS56B_fzJy0

  7. Biel disse:

    A 4.4 vive de covers, como pode? As meninas do Rouge também viviam de covers, mas pelo menos elas faziam bem feito, regravavam músicas gringas em português, deixando elas com uma cara nova. Mas e essa banda fajuta da novela? Quando eles cantam a música do Raul Seixas? Vontade de vomitar.
    Aliás, por que a novela se chama Rock Story se a 4.4 é uma banda pop, o Gui Santiago nem canta mais, o Léo Régis canta sertanejo universitário, a trilha sonora toca Ludmilla, pagode, Chainsmokers… isso é mais esquisito que Malhação não ter ninguém malhando.

    Sessão da Tarde Story não vai deixar nenhuma saudade, afinal essa novela não tem nada de inesquecível, nenhum personagem que vai ficar marcado

  8. lsureke disse:

    Personagem lançando livro no último capítulo, taí um clichê esquecido no CoisasCast de clichês que odiamos. Teo Pereira em Império, Luís Fernando em Babilônia, Cida em Cheias de Charme, Terê em Alma Gêmea haja paciência…
    Não resisti e também pesquisei sobre o Clube do seu boneco, só uma palavra define: MI-SE-RI-COR-DIA!!!!!

  9. fench disse:

    Susana vieira é uma ótima atriz gente, ela fez muito bem o papel de psicopata com a Branca letícia (nada me tira da cabeça que aquela mulher nao tinha um gral de psicopatia) e logo depois fez muito bem o papel de mocinha, e que mesmo dividindo espaço com a raposa felpuda não perdeu seu brilho.

  10. Enigman disse:

    Eu vou jogar uma urucubaca em vocês porque me fizeram procurar o clube do seu boneco no YouTube. AI MEU DEUS, QUE HORROR!

  11. fench disse:

    É difícil acreditar que a bandinha dessa novela faça sucesso ( saudades CHUMBREGUETES )

  12. Zuleide disse:

    Mais uma vez adorei o cast! Concordo com tudo que a Larissa disse, notei as colocações dela nos capítulos que assisti, principalmente no sucesso questionável da 4×4.

    Apesar dos pesares, sinto-me satisfeita com o sucesso de Rock Story e da safra de autores de novelas voando sozinhos. Maria Helena Nascimento tem um currículo grande apenas como colaboradora, mas isso não impediu que ela fizesse um bom trabalho na frente de um projeto seu, ainda mais com tantos autores veteranos cometendo erros grotescos.
    Claudia Souto comandará Pega Pega, Thereza Falcão na frente de Novo Mundo, ambas até então colaboradoras com autorias apenas em séries e especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *