lancamento-livro-coisascast42

Dossiê completo do evento de lançamento do livro A Biografia da Televisão Brasileira

Depois de um pequeno hiato devido a boletos, mudanças e trabalhos paralelos que nos tiraram tempo, estamos de volta para falar de um assunto muito especial: o primeiro evento para o qual o Coisas de TV foi convidado e não teve que cobrir apenas lendo notinhas pela internet.

(Na verdade não fomos convidados e o evento era aberto a todos, mas mesmo assim estivemos lá)

“Estiveram onde?” o nobre leitor pode estar se perguntando. Estivemos no lançamento do livro “Biografia da Televisão Brasileira” escrita pelo Flávio Ricco (o responsável por manter em pé todos os sites de notinhas de TV junto com a Patrícia Kogut) e pelo José Armando Vanucci. O lançamento aconteceu na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, um shopping tão de rico, mas tão de rico que é capaz da gente ter que parcelar uma roupa no cartão que custa mais que o próprio livro só pra poder entrar lá.

Teve drinks? Teve (mas só tomamos água). Teve presença de famosos? Teve. Teve a presença de Amaury Jr. cobrindo tudo? Teve também. Teve até o Cleber Machado pedindo informação pra gente como se a gente fosse tão famoso como todas as outras pessoas que estavam ali. E teve, claro, famoso furando fila. Por isso criamos aqui

A INCRÍVEL LISTA DE QUEM FUROU E QUEM NÃO FUROU FILA NO LANÇAMENTO DO FLÁVIO RICCO:

Quem furou:

(Foto: Leo Franco/AgNews)

(Foto: Leo Franco/AgNews)

Serginho Groismann: Parecia não estar disposto a furar fila, tanto que entrou atrás da gente na fila (que nesse momento não era tão gigantesca assim) mas ao ouvir alguém chamar “Serginho!!” rapidamente saiu e quando olhamos de novo, lá estava ele pegando um autógrafo. Serginho não parece aquela pessoa que chega em um evento já disposta a cortar a fila de ninguém mas deve ter pensado que já que a oportunidade estava mesmo lá, por que não aproveitar? Afinal de contas não seria a fila apenas uma construção social e o que importa mesmo é a fila que está dentro de nosso coração?

Luis Bacci: O menino de ouro dos olhos da Record chegou vestindo uma roupa vermelha de ginástica e nem sequer pensou que existisse essa coisa chamada fila. Quando assustamos, lá estava Luis Bacci pegando seu autógrafo e indo embora como quem é importante demais para se sujeitar a coisas pequenas como filas ou a trocar de roupa antes de ir ao lançamento de um amigo.

Celso Zucatelli: Caso o nobre leitor esteja se perguntando porque não temos uma foto com o Flávio Ricco ou com o José Armando Vanucci a resposta tem nome e sobrenome: Celso Zucatelli. Estávamos na boca pra pegar nosso autógrafo quando chega Celso Zucatelli, abraça os dois jornalistas, a imprensa se aglomera pra tirar fotos, Zucatelli como um vereador começa a tirar fotos com populares e lá ficamos eu e Fábio sem entender nada,  nos perguntando se é normal isso na etiqueta dos famosos e pensando que talvez isso seja sim natural na etiqueta dos famosos, e só o Dan Stulbach não foi avisado.

Mara Maravilha: Mara Maravilha é, precisamos dizer (porque isso nos espantou, a TV engorda mesmo, menina!), mais magra ao vivo  e aproveitou sorrateiramente o fato de que estava entrevistando algum famoso qualquer – talvez até o próprio Zucatelli, já estrategicamente posicionado para burlar a fila – e furou a fila também, em meio a reclamações de outras pessoas que bradavam “gente, alguém tira a Mara daí?”. Não tiraram. Mara ficou, entrevistou, pegou seu autógrafo e foi embora com o olhar calmo de quem tem uma matéria pro “Fofocalizando” e um autógrafo antes mesmo da oito da noite.

(Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

(Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

Ceará e o Carioca do Pânico: Não sei se ter participado do “Pânico” faz com que a pessoa esqueça que existem certos protocolos sociais como precisar de convite pra entrar num evento, não importunar pessoas com brincadeiras sem gracíssimas e pegar fila para algo que exige fila, mas fato é que esses dois esqueceram, até ensaiaram uma quase entrada na fila, mas acabaram mesmo na mesa de autógrafos, indo diretamente ao que importa.

Ronaldo Esper: Ronaldo Esper fez de tudo pra conseguir burlar a fila de um jeito discreto, fazendo como você, que já chega na fila da balada a procura de alguém conhecido. O alguém conhecido de Ronaldo Esper parecia ser Tom Cavalcante (que parece não ter burlado fila alguma, parabéns, Tom!). Ronaldo ficou dando uma de joão-sem-braço com a mesma desfaçatez de um certo episódio que talvez envolva cemitérios até que, opa, olha o Ronaldo Esper conseguindo seu autógrafo.

(Foto: Leo Franco/AgNews)

(Foto: Leo Franco/AgNews)

Astrid Fontenelle: Astrid talvez não saiba nem pra que uma fila funcione e talvez pense que a fila seja uma espécie de paradoxo de Schrödinger – pode estar ou não estar lá, dependendo da maneira como você encara o fato – porque quando vimos ela já tinha chego, pego seu livro e ido embora. Ela foi mais rápida do que a gente tentando dispensar ligação de telemarketing ou assessoria de imprensa que quer que a gente publique uma notinha sobre cuidado com os pets, sendo que somos um site de TV (aliás, parem, não vamos publicar notas sobre pets!)

Sônia Abrão: Sônia foi se enfiando em meio a multidão até que deu o famoso truque de acenar para um conhecido, só que esse conhecido era, veja só que coincidência, o próprio Flávio Ricco que, olha que coincidência, estava lançando um livro pro qual tinha uma fila se você quisesse um autógrafo mas, olha que coincidência, ela conhecia ele, foi dar um oi e acabou pegando o autógrafo também, por que não?

geraldo-ricco

Datena e Geraldo Luís: Diretamente da escolinha Astrid Fontenelle de aproveitamento de tempo esses vimos chegar e logo depois já vimos com os livros porque afinal de contas, fila é um conceito muito vago, ela pode estar ali ou pode não estar ali, depende do referencial. Podíamos dizer que é um pouco contraditório apresentadores que brigam tanto por um país melhor, sem corrupção, sem gente que se aproveita de vantagens e tal furar fila? Podíamos, mas deixa no ar.

gottino-ricco

Reinaldo Gottino: Ele também furou fila, mas explicou no Instagram que foi porque a Fabíola Reipert o obrigou a furar fila pela primeira vez na vida.  Ahhhhh bom, então tá explicado, Reinaldo. A gente nunca sabe quando a Fabíola Reipert pode ter uma notinha que pode acabar com a sua carreira pra se arriscar a não cortar a fila com ela, não é mesmo?

(Foto: Leo Franco/AgNews)

(Foto: Leo Franco/AgNews)

Sabrina Sato: A Sabrina Sato quando a gente assustou ela já tava sendo um acontecimento na mesa de autógrafos e estamos desconfiados que ela deve ter chego por teletransporte, ou emprestado a nave louca do BBB pra ir até ali, tamanha a rapidez.

Silvio Luiz: Admitiu ter furado fila e já puxou para si a prioridade por lei, o que, segundo essa lógica, nos faz perdoar pelo menos metade dessa lista.

Calzalbé de Nobrega: Em um evento, existem várias categorias de famosos: o famoso real, que todo mundo reconhece e quer tirar selfie; o famoso meia boca, que você até conhece e até tira selfie se não ver ninguém mais famoso disponível, o famoso que absolutamente ninguém lembra que foi famoso e você não consegue distinguir se é um ator que caiu no ostracismo ou um ex-BBB e o famoso Carlos Alberto de Nóbrega, que se não for pra sair de casa escoltado, nem sai de casa. Agora pense comigo: se o Ceará colocou em si uma autoimportância tamanha que nem pensou em fila, você acha que uma pessoa que chega escoltada iria pensar? Claro que Calzalbé cortou fila, né, mores? E escoltado. Porém, segundo a lógica Silvio Luiz está perdoado pois prioridade por lei.

palmirinha-ricco

Palmirinha Onofre: Bom, se a Palmirinha Onofre não furasse fila alguém teria que ser acionado pela lei, então está certíssima.

Não furaram fila:

Fábio Porchat: Entrou na fila e esperou pacientemente pelas longas duas horas que a fila durou, enquanto folheava um livro ou outro, como pessoa educada que é. Até foi tietado pelo Fábio Garcia aqui do site que foi questioná-lo por que o humorista nunca foi visitar o bairro do Sacomã. Por favor, Fábio, se precisa de dinheiro emprestado fale comigo.

dan-stulbach

Dan Stulbach: Você já pode dizer para sua mãe que Dan Stulbach é sim o moço educado que parece ser na TV, já que ele esperou pacientemente na fila – que demorou demais, já que, como pudemos perceber, tinham vários outros famosos no caminho – e quando fomos embora, o Dan ainda não tinha chegado nem perto de seu autógrafo, mas continuava esperando.

Tom Cavalcante: Não sabemos exatamente se ele não furou a fila mesmo, ou se foi furando parcialmente a fila por conta da leve aglomeração que foi se formando, mas a verdade é que Tom Cavalcante ao menos tentou pegar a fila, o que, no meio desse hall de famosos nem tão educados, já é muita coisa.

Quer saber mais sobre nossas impressões sobre o evento? Pois os redatores deste humilde site gravaram um CoisasCast especial ao vivo cobrindo cada celebridade que aparecia e comentando o evento. Para ouvir, basta clicar no play:

Larissa Martins

Fala muita bobagem, escreve sobre quase qualquer coisa e sabe tudo sobre a temporada da vagabanda de malhação.

Você pode gostar...

Comenta Aí!

9 Resultados

  1. Ricardo Becker Maçaneiro disse:

    Quem são Flavio Ricco e Vanucci quando se tem a Sônia Abrão pra se tirar uma selfie né nom…

  2. Biel disse:

    A Larissa se parece mais com a Sônia Abrão do que a própria Sônia Abrão

  3. FLÁVIA MELO disse:

    Melhor edição do Coisascast de todos os tempos!

  4. GUNHELMET disse:

    Vocês são umas gracinhas!

  5. Daniel Gonçalves de Amorim disse:

    kkkkkkkk!!! Retorno triunfal o do vocês.

  6. Um noveleiro disse:

    Tô rindo e não é pouco, kkk

  7. lsureke disse:

    Hahaha já quero vocês dois cobrindo outros eventos (atenção produtores!) adorei vocês bancando as tia que passam o dia todo na janela olhando a rua “Alá menina, aquele furou a fila!”

  8. Máquina da fama.net disse:

    A foto da matéria acabou com o crush que eu tinha no Fábio e na Larissa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *