13 Razões porquê’ : Lançamentos Netflix

13 Razões Porque‘ é a grande nova série Netflix. Titulado em Espanha como ‘Por 13 razones‘ ou ‘Por 13 Razões’, a nova produção da plataforma de vídeo sob demanda está começando a acumular uma legião de fãs. E não é em vão. Mas é tão bom como se diz? O que se pode encontrar nesta série de TV? Aqui está a sinopse oficial antes de irmos ao que interessa:

“Teenager Clay Jensen (Dylan Minnette) chega um dia da escola e encontra uma misteriosa caixa com o seu nome. Dentro ele descobre uma fita gravada por Hannah Baker (Katherine Langford), uma colega de classe sobre quem ele sente algo especial e que cometeu suicídio há apenas duas semanas. Na fita, Hannah diz que há treze razões pelas quais decidiu tirar a própria vida. O Clay é uma delas? Se o ouvires, vais ter a oportunidade de saber todos os motivos da lista dele.

E aqui estão as 13 razões pelas quais você deve dar 13 Razões Por que uma chance.

1- A história

A primeira coisa que chama a atenção de 13 Razões Porque é a história. Um ponto de partida muito interessante que é a primeira coisa que um espectador precisa saber se quer ver a série de TV ou não. O suicídio de uma jovem mulher e as consequências que ele tem sobre o meio ambiente. Mas, acima de tudo, quais foram as causas que levaram a este evento.

2- Suicídio: um “assunto tabu

Tem sido aprofundado em muitas ocasiões a nível audiovisual. O último do filme ‘The Discovery‘ (também da Netflix). Mas o suicídio sempre foi um “assunto tabu” nas sociedades ocidentais. Aqui é tratado directamente porque, para começar, é o ponto de partida da história.

3- Narração muito inteligente

13 Razões Porque” tem uma locução que é também o leitmotiv da trama. Consiste em 13 gravações da jovem falecida que nos conduzem através da acção. Ouvimos o que ela tem a dizer à protagonista, fazendo-nos também parte da série.

4- Imersão

Este último, que já comentamos anteriormente, mergulha-nos directamente na história. Isso faz-nos parte dela. Porque sentimos, directamente, os protagonistas da série televisiva. Isto permite-nos manter a nossa atenção constantemente em tudo o que acontece.

5- Roteiro: cada detalhe conta

O roteiro de ’13 Razões Porque‘ é sensacional. O tema, a narrativa e a imersão são baseados num guião cheio de pequenos detalhes. E todos contam! Todos contribuem com alguma coisa! A cassete da rádio cai? Depois parte-se e obriga o protagonista a subir na sua bicicleta e a fazer a sua vida para ouvir as cassetes. Depois vemos como o protagonista cai da bicicleta e fica com uma ferida na testa. Vamos recuperar isto mais tarde, porque é muito importante.

6- Ritmo rápido

A ação avança em ritmo acelerado, com um ritmo tremendo que nos faz seguir a história sem nos perdermos a qualquer momento. Tudo se conecta de uma forma orgânica: passado – presente. Com a voz-off como pano de fundo, levando-nos através do enredo e forçando-nos a querer mais a cada momento.

7- Edição

Este é um dos pontos mais fortes e sólidos de ’13 Razões Porquê‘. E eles fazem a série funcionar, ligando todos os elementos audiovisuais de uma forma clara e nítida. Vemos a acção a partir de duas perspectivas: o passado e o presente. A ação se sobrepõe em alguns pontos, mas não perde o fio da história. Por quê? Porque vemos o mesmo personagem (ClayJensen) tanto no passado como no presente. Mas sabemos que no momento ele tem uma ferida na testa e somos capazes de distingui-la de sua versão passada.

8- Pontos de vista: qual é a verdade?

Partimos do princípio de que a verdade do que aconteceu nos é contada pela protagonista falecida através das suas gravações. Mas a verdade é verdade, vale a pena o despedimento? Como ela diria: “É complicado“. Na série, vemos os diferentes pontos de vista e perspectivas do que aconteceu. Nós o vemos através dos olhos de ClayJensen, que tem que selecionar – como nós – o que é verdade e o que não é. No final, o retrato do que aconteceu é construído como tudo o resto nesta vida: com as nossas acções.

9- Uma série de televisão muito viciante

Esta imersão com comentários, isto nos torna parte da trama, estas questões não resolvidas, as gravações que são reveladas capítulo por capítulo (há 13 capítulos e a série tem 13)… Tudo isto faz de ’13 Razões Porquê‘ um puro vício. Mantém-nos no limite, em tensão constante. E nós estamos tão apegados à acção que não conseguimos parar de a ver.

10- Não devemos fazer juízos de valor

Em redes sociais e fóruns diferentes esta série tem sido elogiada, mas também denigrada. Porquê? Tem sido apontado como uma “série juvenil”. Mas é por isso que é uma má série? Não deveria ser dada uma oportunidade porque “é para os jovens”? Que tipo de argumento é esse? Não devemos julgar esta série de televisão, mas julgá-la pelo que ela diz e como ela diz. Para isso, dêem-lhe uma oportunidade!

11- Isto não é “Riverdale”.

Considerando que ‘Riverdale‘ é outra “série juvenil” que acaba de ser lançada (por assim dizer), devemos salientar que não se trata de ‘Riverdale‘. Embora seja verdade que os enredos são semelhantes (assassino-suicídio) em termos de enigmática, em ‘Riverdale‘ eles brincam com outros tipos de temas relacionados com a tradição da cidade em questão e as pessoas que lá vivem. Aqui o foco está mais no bullying.

12- É Netflix

E se for Netflix, já sabemos que a qualidade audiovisual vai ser muito alta.

13- Sabias que… ’13 Razões Porquê’ é um livro!

Para aqueles que ainda querem mais e querem continuar com ’13 Razões Porque‘ depois de terminá-lo, devem saber que é um livro escrito por JayAsher. Isso é um facto.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad