5 filmes que poderiam ser um capítulo de “Espelho Negro”.

Se o ‘Espelho Negro‘ nos ensinou alguma coisa, especialmente nas primeiras temporadas do ‘Espelho Negro‘, é que a tecnologia pode ser muito perigosa. Hoje, o espírito humanista das liberdades individuais e a busca do destino do homem foi suplantado pela Galáxia da Internet em detrimento do poeirento GalaxyGutenberg. Esta perda, causada pelo desenvolvimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC), também faz parte deste abuso da tecnologia, das redes sociais e do desenvolvimento evolutivo das espécies em favor de uma vida praticamente centrada no puramente tecnológico.

Há inúmeras exceções de uma adaptação positiva das parcelas da vida social aos tempos tecnológicos, como clubes de vídeo em catálogos de streaming (Netflix, HBO) ou jogos de azar em cassinos. Mas hoje não estamos a explorar o positivo, mas o prejudicial. E, neste sentido, ‘Espelho Negro‘ estabeleceu uma cátedra exercendo uma crítica a tudo o que foi mencionado anteriormente. Então, hoje lançamos da Cinemascomics uma lista de 5 filmes que poderiam funcionar perfeitamente bem como episódios deEspelho Negro‘. Pegue caneta e papel, porque você terá que escrevê-los e vê-los!

1- ‘Ela’ (Spike Jonze, 2013)

Num futuro próximo, Theodore (Joaquin Phoenix), um homem solitário prestes a divorciar-se e que trabalha para uma empresa como escritor de cartas para terceiros, compra um dia um novo sistema operacional baseado no modelo de Inteligência Artificial, projetado para atender a todas as necessidades do usuário. Para sua surpresa, é criada uma relação romântica entre ele e Samantha (Scarlett Johansson), a voz feminina daquele sistema operacional. Ele recebeu 5 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Foto, e ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original.

2- ‘Gattaca’ (Andrew Niccol, 1997)

Inserido numa futura sociedade, onde a maioria das crianças são concebidas in vitro e com técnicas de selecção genética. Vincent (Ethan Hawke), uma das últimas crianças naturalmente concebidas, nasceu com uma deficiência cardíaca e não se espera que viva mais de trinta anos. Ele é considerado inválido e, como tal, está condenado aos trabalhos mais desagradáveis. Seu irmão Anton, por outro lado, recebeu uma esplêndida herança genética que lhe garante muitas oportunidades. Desde criança, Vincent sonha em viajar para o espaço, mas sabe muito bem que nunca será selecionado. Durante anos, ele trabalhou em todos os tipos de empregos até que um dia conheceu um homem que lhe deu a chave para se juntar à elite: para substituir Jerome (Jude Law), um desportista que ficou paralisado por um acidente. Vincent então entra para a Gattaca Corporation, uma indústria aeroespacial, que o seleciona para uma missão no Titan. Tudo corre bem, graças à ajuda de Jerome, até que o diretor do projeto seja morto e a investigação subsequente ponha em risco os planos de Vincent.

3- ‘Hijos de los hombres’ (Alfonso Cuarón, 2006)

O ano de 2027. O ser humano está à beira da extinção. Os homens perderam a capacidade de procriar e não se sabe porque todas as mulheres do planeta se tornaram estéreis. Ao mesmo tempo, o mundo está tremendo quando um menino de 18 anos, a pessoa mais jovem da Terra, morre. Há, portanto, uma situação de caos galopante. Em tais circunstâncias, Theo (Clive Owen), um ex-ativista radical desiludido de Londres que se tornou burocrata, é contratado por Julian (Julianne Moore) para proteger uma mulher que pode guardar o segredo da salvação da humanidade, a pessoa mais valiosa da Terra.

4- ‘Esqueça-me! (Michael Gondry, 2004)

Joel (Jim Carrey) leva um golpe terrível quando descobre que sua namorada Clementine (Kate Winslet) teve todas as memórias de sua tempestuosa relação apagadas de sua memória. Em desespero, ele contacta o criador do processo, o Dr. Howard Mierzwiak, para que Clementine seja apagada da sua memória. Mas quando as memórias de Joel começam a desvanecer, ele de repente redescobre o seu amor por Clementine. Do fundo do seu cérebro, ele vai tentar parar o processo. Ele recebeu duas indicações ao Oscar e ganhou o Oscar de Melhor Argumento Original.

5- ‘Paprika, detective de sonhos’ (Satoshi Kon, 2006)

A psiquiatra Atsuko Chiba desenvolveu um método terapêutico revolucionário chamado “PT”, um protótipo de máquina experimental graças ao qual é possível entrar na mente dos pacientes para tratar as suas ansiedades. Mas um dos modelos do PT é roubado do laboratório da Dra. Atsuko, e eles começam a usá-lo para invadir a mente de seus criadores, destruindo suas personalidades enquanto dormem. Este filme inspirou Christopher Nolan a fazer Origem.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad