A Vergonha (2008) por David Planell

La vergüenzaEspaña

(2008) *

Duração: 107 min.

Música: Christopher Slaski

Fotografia: Charly Planell

Roteiro: David Planell, Santos Mercero (Colaborador)

Diretor: David Planell

Artistas: Natalia Mateo (Lucía), Alberto San Juan (Pepe), Marta Aledo (Irene), Norma Martínez (Rosa), Esther Ortega (Ester), Brandon Alexander Lastra Cobos (Manu).

Depois de acolher um menino de oito anos com problemas de adaptação, Lúcia e Pepe passam por um grave momento de crise, pois Pepe parece não ser capaz de superar as reações de Manu (um menino de origem peruana com um nome real Alex, que não aceita) e considera devolver o menino, que depois de passar por vários lares adotivos foi devolvido de todos eles.

É um momento delicado, pois eles estão prestes a passar do lar adotivo para a adoção, e chamaram o assistente social encarregado dos assuntos da criança, embora seja um substituto que virá devido a problemas familiares da primeira.

A nova assistente social disse-lhes que precisava de ver novamente o processo deles, pois não sabia se eram adequados para a adopção.

Manu não está em casa durante a entrevista. Ela saiu com Rosa, sua cuidadora, uma mulher de origem peruana com quem Manu se dá bem, para ir ao dentista.

Embora ela não o vá levar ao médico. Ela realmente o leva para sua casa, onde ele vive com um compatriota e onde ele lhe diz que sabe onde está sua mãe e que poderá falar com ela, embora ele não lhe diga que ela é realmente sua mãe, e que ele perdeu a custódia por causa de seu alcoolismo, o que o levou a incendiar sua casa.

Rosa diz à sua colega de quarto que quer voltar ao seu país e que quer levar Manu com ela.

Entretanto, Lúcia e Pepe devem tentar superar o teste colocado pela assistente social que traz à luz coisas que eles não sabiam um do outro.

Como o facto de ele ter tirado 10 pontos da sua carta de condução por agressão a um guarda civil após um acidente, o que aconteceu precisamente na aldeia onde ele tinha a sua anterior namorada, o que faz Lúcia suspeitar que talvez ele estivesse lá porque ele tinha ido vê-la.

Mas ela também escondeu algo dele. Ele sabia que ela tinha tido problemas ginecológicos, mas não sabia que ela tinha engravidado e que ela tinha perdido o filho por causa desses problemas causados por não ter saído do trabalho.

Finalmente terão que repensar a sua relação e tentar ser mais sinceros um com o outro enquanto se apercebem que ambos querem adoptar Manu, e que terão a oportunidade de o fazer se a assistente social se reportar favoravelmente apesar dos insultos sofridos por Pepe, já que Rosa finalmente se apercebe que ainda não está em condições de tomar conta do seu filho.

Classificação: 2

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad