Alienígenas (The Return) (1986) por James Cameron

Aliens (O Retorno

)Aliens (1986) * EUA / Grã-Bretanha

Duração: 132 min.

Música: James Horner

Fotografia: Adrian Biddle

Roteiro: James Cameron (História: David Giler, Walter Hill e James Cameron)

Diretor: James Cameron

Artistas: Sigourney Weaver (Ellen Ripley), Michael Biehn (Cabo Dwayne Hicks), Jenette Goldstein (Jenette Vasquez), Carrie Henn (Newt), Lance Henriksen (Bispo), William Hope (Tenente William Gorman), Al Matthews (Sargento Al Apone), Bill Paxton (William Hudson), Paul Reiser (Carter Burke), Mark Rolston (Mark Drake), Cynthia Dale Scott (Cynthia Dietrich).

Um alerta de proximidade é disparado na nave auxiliar na qual Ellen Ripley está à deriva em estado de hiperslepsia.

Quando a porta do navio está quebrada, uma câmera escaneia o interior do navio, e mais tarde um humano verifica se Ripley está vivo.

Quando é acordada, ela fica desorientada, como Carter Burke, um membro da Weyland-Yutani Corporation, que está à deriva há 57 anos, de repente sente uma forte dor no peito, e depois vê a barriga inchar.

Ripley deve repetir a história uma e outra vez perante um grupo de executivos corporativos interessados em saber a razão pela qual decidiu destruir um cargueiro de 42 milhões de dólares, questionando a sua história e a existência do estrangeiro, já que eles investigaram centenas de mundos sem encontrar nenhum vestígio de vida, apesar de ela lhes ter assegurado que havia centenas de ovos, pedindo-lhes que verificassem o planeta LV-426, para o qual os membros da corporação deduzem que entre 60 e 70 famílias viveram lá durante décadas antes, por isso cancelam a sua licença de voo

Mas logo após receber a visita de Burke e do Tenente Gorman, que o informam que perderam o contacto com a colónia LV-426, vão enviar uma unidade dos fuzileiros coloniais para investigar a situação, oferecendo a Ripley a recuperação da sua licença de voo, concedendo-lhe o posto de oficial de voo.

Ripley ainda tem pesadelos e acorda de suor todas as noites, por isso decide ir, mas só se tiver a certeza de que o plano é destruir os alienígenas.

Logo depois, a equipa do navio de guerra Sulaco parte, incluindo o Sargento Apone, o Cabo Hicks e os soldados Vasquez e Hudson, bem como Bishop, que ela descobre ser um andróide, do qual desconfia dada a sua experiência anterior, ao qual Bishop responde que a nova geração de andróides possui inibidores de comportamento e que nunca prejudicaria um humano.

No navio Ripley, ela sente-se inútil, por isso aprende a operar um robô de carga.

Finalmente chegam ao LV-426, para onde descerá uma embarcação de desembarque, com os Marines fortemente armados que descobrem que embora a estrutura onde a colónia vivia pareça intacta, não há ninguém vivo, descobrindo sinais de luta e destruição.

Como os rastreadores de movimento que transportam não detectam nada, decidem iniciar a busca em pares, descobrindo pedaços de ferro derretidos por algum líquido e restos do que parecia ser uma barricada, que não se segurava apesar de terem soldado as portas.

Finalmente, e depois de verificar que não há perigo, Ripley e Burke entram, indo ao laboratório médico onde descobrem vários tubos de ensaio com alienígenas bebês, detectando de repente o sensor de movimento enquanto eles estão lá a proximidade de algum ser vivo que se aproxima deles, verificando que é uma garota assustada que tenta fugir deles, recusando-se a falar quando Ripley finalmente a pega.

Pouco a pouco, apesar de tudo, ela vai ganhar a confiança deles, conseguindo que a menina, cujo nome é Rebbeca, lhe diga que todos a chamavam de Newt, e que seus pais morreram. Ripley lhe diz que ela estará mais segura com eles, pois são soldados, ao que a garota responde que não fará diferença alguma.

O Bishop, entretanto, está a tentar analisar o extraterrestre no tubo de ensaio.

Enquanto isso, eles tentam encontrar os TDP, transmissores de dados pessoais que cada colono implantou, finalmente conseguindo localizá-los na estação de processo, sob as torres de resfriamento principais, descobrindo uma estrutura estranha quando chegam lá.

Ripley está preocupado que se eles usarem suas armas lá dentro, podem causar uma catástrofe, pois podem destruir o sistema de resfriamento e, como a estação é um enorme reator de fusão, causar uma explosão termonuclear.

Finalmente eles conseguem encontrar alguns cadáveres envoltos numa espécie de geléia, encontrando uma mulher ainda viva que pede para ser morta, começando a convulsionar até que um alienígena saia de seu peito, que eles conseguem reduzir com um lança-chamas.

De repente, múltiplos sinais de movimento aparecem nos sensores, indicando que estão cercados mas não conseguem ver nada, e Ripley pede-lhes para tirarem a equipa de lá.

Atacados pelos alienígenas, vários fuzileiros desaparecem, entre eles Apone, deixando os outros presos, sem saber como reagir, ao que Ripley decide tomar o comando, dirigindo o seu tanque contra a parede atrás da qual os soldados estão presos, que eles conseguem resgatar, depois de matar vários alienígenas.

Com o veículo queimando, eles fogem em alta velocidade, vendo como um dos ataques alienígenas do teto, mas conseguem se livrar dele e atropelá-lo.

Eles discutem o que deve ser feito, propondo que Ripley exploda toda a instalação, diante da recusa de Burke, pois é uma instalação de muitos milhões, mas o cabo Hicks, que assume o comando diante da existência de superiores, apóia a decisão de Ripley.

Enquanto esperam pela nave de desembarque que os vai buscar para levá-los para Sulaco, vêem como esta se despenhou porque havia um alienígena dentro dela, não conseguindo sair de lá, tendo que se esconder, já que está escurecendo e os alienígenas, aponta a garota, saem à noite.

Eles estão considerando como proceder, já que levará 17 dias para ir e resgatá-los quando forem declarados desaparecidos, começando por selar todas as entradas e preparar as barricadas.

Ripley fala com bispo e reflete, pensando que eles usavam os colonos como berços para suas criaturas, então deve haver pelo menos uma centena, embora cada um dos parasitas venha de um ovo e eles se perguntam quem os pôs.

Ripley pede a Bishop para destruir os espécimes uma vez que os estude, dizendo-lhe que Burke ordenou que ele os guardasse para a companhia.

Portanto, fale com Burke, a quem ele acusa de ser responsável pela morte dos 157 colonos, pois foi ele quem deu a ordem para investigar a nave onde a tripulação do Nostromo encontrou o alienígena depois de conhecer a história de Ripley.

Tudo fica mais complicado. Bishop informa que existe um aviso de despejo de emergência devido aos danos causados na nave, tendo apenas 4 horas para deixar o planeta, pois depois disso haverá uma explosão termonuclear com um raio de expansão de 30 quilômetros.

E como a única maneira de sair de lá é trazendo remotamente a outra embarcação de desembarque da Sulaco e a antena de retransmissão está danificada, Bishop se oferece para sair e consertá-la manualmente, apesar do risco envolvido, já que ele também é o único capaz de trazer a embarcação por controle remoto.

O Ripley está a pedir à Hicks para acabar com isto primeiro, se eles vão morrer. Mas na esperança de que não seja necessário, ele a instrui na operação de um rifle que inclui um lança-granadas de alta potência.

Ele vai atrás dele junto com Newt que dorme no laboratório, observando que os alienígenas que estavam nos tubos de ensaio estão fora deles, então eles devem tentar escapar, encontrando a porta fechada, Burke desligando a tela na qual eles são vistos pedindo ajuda, Ripley deve disparar o alarme de incêndio, para que eles possam ser ouvidos, e Hicks corre ao disparar o vidro do laboratório e libertar Ripley do alienígena que está prestes a entrar nele, terminando este e o outro.

O Ripley está a acusar directamente o Burke. O caminho para os alienígenas passarem a quarentena e chegarem à Terra seria entrarem na Terra e Newt em hibernação, se livrando do resto da tripulação durante a viagem.

De repente a energia se apaga, detectando os sensores que apesar de todas as medidas tomadas os alienígenas estão dentro do perímetro onde se encontram.

Eles percebem então que estão no telhado, com Ripley e Newt saindo para o laboratório, embora encontrem a porta fechada por Burke.

Hudson é finalmente apanhado por um alienígena enquanto tentam fugir ao descobrir que depois de abrir a primeira porta Burke fechou a outra, sendo finalmente apanhado por um dos alienígenas.

Eles escapam graças a Newt que conhece os túneis de ventilação, mantendo as costas de Vasquez e Gorman, que finalmente ficam sem munições e são atingidos por um alienígena, explodindo uma granada quando são atingidos pela criatura.

Durante a explosão Newt cai no esgoto, e embora consigam encontrá-la chegam tarde demais para resgatá-la, tendo sido levada por um alienígena, decidindo, apesar de tudo, ir resgatá-la.

Entretanto, Bishop conseguiu levar a embarcação de desembarque até lá, quando lhes restam apenas 15 minutos para escapar e alcançar a distância mínima de segurança.

Eles prendem ao lança-chamas uma arma baixa para procurar a garota, encontrando seu localizador e depois disso ao próprio Newt, já envolto na crisálida, pouco antes de uma criatura, que ela destrói ninhos nela.

Depois de resgatá-la, fogem juntos, esbarrando na rainha alienígena, que é a que põe os ovos, encontrando-se no meio de um desses ninhos que Ripley destrói com seu lança-chamas, provocando a fúria da mãe e de vários dos alienígenas que saem em seu caminho e dos que ela destrói, sendo perseguida pela própria rainha enquanto são avisados de que só lhes restam 4 minutos para a explosão.

Finalmente chegam ao elevador antes de serem apanhados, embora quando chegam ao bispo superior já não estejam lá, vendo as explosões acontecerem.

Eles finalmente observam como a rainha alienígena os alcança, mas nesse momento Bishop aparece com a nave, conseguindo subir e sair em meio a uma onda de fogo, conseguindo fugir da plataforma pouco antes da grande explosão final, finalmente chegando ao Sulaco com Hicks ferido e inconsciente.

Uma vez lá, tudo parece ter acabado, embora observem então como algumas gotas corroem o chão do navio, atravessando-o, vendo de repente como a rainha, que conseguiu segurar o navio, perfura o peito do bispo com um dos seus tentáculos, destruindo-o e partindo-o ao meio.

Ripley chama a atenção do alienígena para deixar a menina, correndo para o armazém, aproveitando sua ausência para se lançar contra Newt, então Ripley sai com o robô de carga, tendo um tamanho semelhante ao do monstro, lutando entre eles, até cair em direção ao extrator, ficando preso pelo peso do robô, do qual Ripley escapa tentando fugir pelas escadas até a superfície quando o alienígena a agarra pela perna, mas Ripley consegue abrir a câmara de ar para o exterior, fazendo com que o alienígena seja expulso para o vazio, evitando o Bispo, apesar de estar partido que o Newt também cai para o exterior.

Quando o pesadelo acaba e Hicks e Newt estão hibernando, a própria Ripley entra numa cápsula de hiperslepsia enquanto a nave se dirige para a Terra.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad