Amarcord (1973) por Federico Fellini

AmarcordAmarcord

(1973) * Itália / França

Duração: 127 min.

Música: Nino Rota

Fotografia: Giuseppe Rottuno

Roteiro: Federico Fellini, Tonino Guerra

Direção: Federico Fellini

Intérpretes: Bruno Zanin (Titta Biondi), Magali Noël (Ninola / Gradisca), Pupella Maggio (Miranda Biondi), Armando Brancia (Aurelio Biondi), Giuseppe Ianigro (avô de Titta) Nando Orfei (Lallo), Ciccio Ingrassia (Teo), Stefano Proietti (Oliva, Titta), Luigi Rossi (Advogado), Donatella Gambini (Aldina Cordini), Josiane Tanzilli (Volpina), Maria Antonietta Beluzzi (Estanquera), Gianfilippo Carcano (Don Baravelli), Ferruccio Brembilla (líder fascista).

A chegada dos aldeões anuncia a chegada da primavera, e os cidadãos de Rimini saem para celebrá-la, em volta de uma grande fogueira onde queimam uma boneca velha representando o inverno.

Titta Biondi, um adolescente e seus amigos vão às aulas entediados, onde têm que aturar professores entediados, gozando com os mais moles e petulantes, para fantasiar mais tarde e masturbar-se pensando no professor de matemática, ou na tabacaria, ou em Volpina, a prostituta ninfomaníaca, ou na Gradisca, uma cabeleireira cujo rabo é admirado por toda a população masculina, e que é considerada a Greta Garbo local, e que sonha em encontrar um namorado entre os veraneantes que vêm para o Grand Hotel.

E foi nesse lugar que Ninola ganhou seu apelido, pois foi dito que ela dormiu com o príncipe a quem chamou nu na cama e lhe disse: “gradisca”(divirta-se).

Titta lembra-se que numa ocasião ele ficou ao lado dela no cinema e tocou-lhe na perna, não se importando que ela lhe tivesse dado um estalo depois.

Suas brincadeiras, como quando urinava do topo do cinema para o chapéu de um vizinho, irritam Aurélio, seu pai, que parece estar sempre com raiva.

Todos também vão ver os fascistas “Camisas Pretas”, que correm pela cidade, até que, no meio da excitação, se ouve alguém tocar o Internacionale.

Depois de ordenar a todos que voltassem às suas casas, os soldados fascistas tentam encontrar o músico rebelde, até verem que o som vem da torre do sino, então eles começam a disparar contra ele até terminarem com o fonógrafo de onde a música sai.

No dia seguinte são interrogados vários vizinhos, entre eles Aurélio, cuja fama anti-fascista o faz ser punido com a ingestão de uma garrafa de óleo de rícino.

Durante o verão a cidade ganha vida graças aos veraneantes que vêm ao Grand Hotel, onde, diz-se, um emir ficou com suas 30 concubinas, dizendo ao bêbado Biscien, o vendedor ambulante, que lhe jogaram lençóis para que pudesse subir aos seus quartos, onde, depois de seduzi-los com sua flauta, dançaram com ele, dormindo com 28 deles.

Uma vez por mês, Aurélio e sua família tiram Teo, seu irmão, do asilo. Uma vez por mês, Aurélio e sua família levam Teo, seu irmão, para fora do asilo. Uma vez levado para o campo, ele subiu numa árvore enorme da qual gritou que amava uma mulher, atirando pedras àqueles que tentavam derrubá-lo, então eles finalmente tiveram que se virar para uma freira anã que trabalhava no asilo, que o forçou a descer.

Todos se lembrarão do momento em que se lançaram ao mar para poder ver de perto o enorme Rex transatlântico que representava a glória fascista e que os fascinava com as suas luzes.

Titta lembra-se quando foi à tabacaria e disse à tabacaria que a podia levantar nos braços, após o que mostrou os seus enormes seios e pediu-lhes que os beijassem.

Quando a neve chega, todos deixam o cinema para desfrutar da neve, embora seja apenas o início da mais copiosa nevasca do lugar, e um dia, enquanto jogam bolas, vêem como o pavão do conde chega à praça, admirando sua plumagem na neve.

Mas com o inverno vem a doença de Miranda, a mãe de Titta, que vai morrer no hospital pouco tempo depois, lembrando como, apesar da sua enorme tristeza, foram ao funeral num carro alegórico que todos olharam com pena, mesmo que os pequenos se sentissem importantes.

E depois da tristeza do inverno os aldeões voltam e com eles, e finalmente, o casamento de Gradisca com seu Príncipe Encantado, mesmo que seja apenas um carabinieri e toda a cidade vá até ele, sabendo que logo vão sentir falta dele.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad