as energias estão pesadas em “Velho Chico” – Coisas De TV

Se o Coisas de TV fosse um programa de TV, enquanto estivéssemos falando sobre o assunto dessa matéria, no GC estaria escrito “Crise em Velho Chico” enquanto estaríamos sentados em um sofá comentando as notícias do dia que saíram sobre a novela. Como (ainda) não somos um programa de TV, nos resta apenas comentar aqui do nosso jeitinho o que tá rolando na novela das nove, e já adiantamos: o clima não está dos melhores.

“Como assim, está tendo boatos de atritos entre diretores e elenco, como rolou em ‘A Regra do Jogo’”?, pergunta o nobre leitor. Bem, não. Até teve boatos de que Benedito Ruy Barbosa estaria #chateado com os rumos que a novela estaria tomando, e o Fábio até escreveu sobre isso na semana passada, mas o que tá rolando agora é que uma das autoras da trama, a Edmara, resolveu se afastar.

Caso o leitor não se lembre, lá no comecinho da novela, quando o Benedito soltou aquela opinião polêmica sobre os gays, falando que “odeia história de bicha”, Edmara saiu contra o pai dizendo que não concordava com o que ele dizia. O que se seguiu depois, ao que parece, foram alguns desentendimentos. Segundo a coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo, Edmara resolveu se afastar de vez da novela pra não causar maiores problemas com o pai. Os dois não estavam se entendendo muito bem quanto aos rumos da trama, e como é o Benedito que supervisiona o texto, Edmara resolveu deixar a trama apenas na mão de Bruno e Benedito. A autora vai se dedicar a projetos pessoais e deixar a história do amor proibido entre Tereza (Camila Pitanga) e Santo (Domingos Montagner), bem como os diálogos didáticos sobre a importância da terra, nas mãos do filho e do pai.

E como problema pouco é bobagem, outra coisa é motivo de preocupação na trama das nove: o grupo de discussão. Como vocês já devem saber, a Globo organiza um grupo de discussões logo que uma trama estreia pra saber o que o público da novela está achando da trama e tentar resolver possíveis problemas. Ontem, saiu na coluna do Ricardo Feltrin, que o Saurê de Antônio Fagundes não está funcionando. As razões são várias e vão desde o figurino até a dificuldade das pessoas em entenderem que o Fagundão é sim o Rodrigo Santoro mais velho. Já até dissemos aqui que a interpretação do Fagundão difere muito da do Rodrigo, além da clara falta de semelhança física entre as duas fases do coronel.

1429671-antonio-fagundes-600x315-1

Mas não é só isso que tem incomodado os telespectadores da novela. O figurino também tem causado certa estranheza. Segundo matéria publicada hoje no Notícias da TV, o grupo de discussão disse que o figurino não parece em nada com roupas que as pessoas usam agora, em pleno 2016. A reclamação parece que pode gerar mudanças nas roupas de Saruê, Encarnação e Iolanda, que são os que usam figurinos mais deslocados da época em que essa fase da novela acontece. Os telespectadores também pedem um ritmo menos lento e mais romance. Essa reclamação talvez faça com que o romance de Tereza e Santo se desenrole antes do previsto. Nós aqui do Coisas de TV não achamos a novela ruim, mas confessamos que assim como os telespectadores, frequentemente ficamos confusos com esse novo Saruê e com a data em que se passa a novela. Talvez fossem realmente mudanças a se pensar.

Resumindo: a energia não tá nada boa pros lados de Grotas de São Francisco. Fôssemos nós, já chamaríamos logo Aparecida Liberato pro set de filmagem pra aplacar a energia ruim e as más vibrações. Ou quem sabe, mudar o nome da novela para “Velho Xico” já não melhore a numerologia? Fica a sugestão.

Share this:

Curtir isso:

CurtidaCarregando…

Relacionado

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad