as quatro vezes que a Rainha da Alma brilhou no cinema e na televisão

O fato de estarmos em alerta há vários dias, com várias notícias e tendências circulando nas redes sociais alertando sobre seu delicado estado de saúde, não tornou a morte de Aretha Franklin menos dolorosa. A merecidamente chamada “Rainha da Alma” nos deixou com 76 anos de idade por causa de um câncer pancreático do qual ela vem sofrendo desde 2010.

Ficamos com jóias intemporais de alma e ritmo & blues, executadas com uma voz e energia únicas, como ‘Respeito’, ‘Nunca Amei um Homem (The Way I Love You)’ ou ‘Pense’. Mas esta filha de um reverendo, que foi iniciada musicalmente no mundo do evangelho, também nos deu sua presença em raras ocasiões tanto no mundo do cinema quanto na televisão.

Quarto 222

As poucas aparições catódicas e cinematográficas de Aretha Franklin, além da área de documentários em títulos como ‘Black Rodeo’ ou ‘Muscle Shoals’, também ocorreram em apenas quatro ocasiões na ficção; a primeira foi na comédia criada por James L. Brooks e transmitida no canal ABC ‘Room 222‘.

Em sua breve participação no programa, que data de janeiro de 1972, Franklin deu vida a Inez Jackson: uma líder espiritual que tenta ajudar uma personagem diante da insistência de seus pais para que se tornasse pastor da igreja. É claro que o conselho de Inez não poderia ter sido transmitido de outra forma a não ser cantando o hino religioso “Guia-me Teu Grande Jeová” na frente da câmera com seu gênio de sempre.

Malandros a toda a velocidade

Oito anos após sua estréia na ficção catódica, Aretha nos encantou mais uma vez com um novo camafeu, desta vez para o telão, em uma das melhores comédias musicais de todos os tempos: o louco e hilário ‘Rascals at Full Rhythm’ – ‘The Blues Brothers’ – dirigido por John Landis e estrelado pela dupla composta por John Belushi e Dan Aykroyd.

Entre a deslumbrante lista de estrelas do soul e do R&B, que incluía nomes como Ray Charles, John Lee Hooker e James Brown, estava um Franklin que, no lugar da Sra. Murphy, cantava a lendária liberdade que preside ao coro do vingativo “Think” enquanto enfrentava o seu marido fictício, o guitarrista Matt “Guitar” Murphy.

Murphy Brown

Já em 1991, Aretha, interpretando ela mesma, fez uma aparição na prestigiada e amada sitcom ‘Murphy Brown’, transmitida no canal CBS ao longo de uma década e 247 episódios. Foi no episódio da quarta temporada intitulado “A Rainha da Alma”, em que Brown conseguiu uma entrevista com a cantora que nunca se materializou por causa de um atraso no transporte que deveria levá-la ao estúdio.

A situação leva a uma sequência em que o jornalista e Franklin se encontram diante de um piano em que a Rainha toca “You Make Me Feel Like) A Natural Woman”. Uma canção com um significado especial para a série e para o seu personagem principal, um fã do cantor que já cantou a canção no primeiro capítulo do espectáculo – intitulado ‘Respeito’ -, para voltar a fazê-lo no último da quarta temporada, ‘Brirth 101’.

Blues Brothers 2000 (The Rhythm Continues)’.

O adeus de Aretha Franklin à ficção cinematográfica foi novamente encarnado pela Sra. Murphy e cantando ‘Respeito’, a maravilhosa canção que se tornou um hino aos direitos civis e ao feminismo – escrita, paradoxalmente, por um homem – no decepcionante ‘Blues Brothers 2000 (The Beat Goes On)’ lançado em 1998.

A cena musical em questão pode ser percebida como muito mais descafeínada e artificial em termos de realização do que a do filme original, mas ainda é um deleite para um ouvido que sentirá falta da vibração eterna das cordas vocais desta não mais rainha, mas deusa da canção chamada Aretha Louise Franklin.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad