Batman contra a invencível “ameaça” do Super-Homem

Vamos imaginar por um segundo que o Super-Homem realmente tem uma agenda escondida e não é quem ele diz ser e seu objetivo final é criar o caos no mundo e não salvá-lo. Vamos parar por um momento para percebê-lo salvando qualquer cidadão de uma situação perigosa ou lutando contra os maiores inimigos da Terra. Imaginemos por outro segundo que estamos conscientes do terror que pode ser desencadeado por um alienígena que está consciente de que seu mundo foi selvaticamente destruído e que é mil vezes mais forte do que qualquer ser humano. Esse é o medo que percorre o corpo aparentemente Batman no filme “Batman vs. Super-Homem: Aurora da Justiça” de Zack Snyder, mas é também o medo que tem seu maior inimigo Lex Luthor no gibi homônimo com roteiro de Brian Azzarello e desenho de Lee Bermejo, publicado em 2005 pela DC Comics e compilado pela ECC Ediciones em um único volume.

Na obra de Azzarello, Lex Luthor tem uma grande obsessão e que é demonstrar que o Super-Homem é uma ameaça à humanidade, o mesmo pensamento do novo Batman cinematográfico. Ambos estão cientes do que ele é capaz de fazer. Bruce Wayne o viu em sua própria carne, na tela grande, como visto no trailer, quando assistiu à luta entre Zod e Super-Homem em

O Homem de Aço. Luthor está consciente porque sabe o que o Super-Homem é capaz de fazer contra a humanidade e isso o faz sentir-se muito pequeno no coração.

No gibi, o Super-Homem nos aparece como um ser distante que não é o protagonista do gibi, embora esteja muito presente em cada uma de suas páginas. Ao contrário dos trabalhos sobre ele, em ‘Lex Luthor’ só o vemos aparecer raramente e conhecemo-lo através dos olhos de Luthor. Sua força sobre-humana torna a mente mais inteligente incapaz de fazer algo contra ele, embora ele até use seus truques para colocar o Batman contra seu inimigo.

Neste novo combate no mundo dos quadrinhos entre os dois super-heróis, a abismal diferença entre os dois em favor do Homem de Aço, quando Batman enfrenta ou pretende enfrentá-lo, pode ser claramente vista. Dito isto, um deus contra um homem. O Batman recebe um pedaço de kryptonite, o calcanhar de Aquiles do Super-Homem, mas o Super-Homem fá-lo desaparecer com um golpe. O Homem de Aço termina rapidamente a luta contra o Batman que não tem nada para fazer.

Este não é claramente o momento mais interessante da banda desenhada que apresenta Luthor e suas conspirações para derrubar o Super-Homem. No entanto, Azzarello mostra mais uma visão das batalhas ocorridas entre os dois super-heróis, o que neste caso favorece o Homem de Aço, que é quase apresentado como um ser invencível, como uma espécie de Deus. Nada a ver com outras obras como “O Regresso do Cavaleiro das Trevas” de Frank Miller, em que vemos o morcego dotado e preparado com as suas armas mais mortíferas para enfrentar o Super-Homem.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad