Belle epoque (1992) por Fernando Trueba

Belle epoqueSpain

/ Portugal / França (1992

)

Duração: 108 min.

Música: Antoine Duhamel

Fotografia: José Luis Alcaine

Roteiro: Rafael Azcona (A.: Rafael Azcona, Fernando Trueba, José Luis García Sánchez)

Diretor: Fernando Trueba

Intérpretes: Ariadna Gil (Violeta), Penélope Cruz (Luz), Maribel Verdú (Rocío), Miriam Díaz-Aroca (Clara), Jorge Sanz (Fernando), Fernando Fernán Gómez (Manolo), Gabino Diego (Juanito), Agustín González (Don Luis) Chus Lampreave (Doña Asun), Mary Carmen Ramírez (Amalia), Michel Galabru (Danglard), Juan José Otegui (Cabo), Jesús Bonilla (Guardia), María Galiana (Apolonia), Joan Potau (Paco)

No inverno de 1930, após o fracasso da revolta anti-monárquica em Jaca, Fernando, um soldado do aeródromo de Cuatro Vientos, decidiu desertar. Ele foi interceptado por um casal da Guarda Civil em fevereiro de 1931 e preso por deserção.

A caminho do quartel, o cabo sugeriu ao seu subordinado que fosse libertado, pois a chegada da República estava iminente, ao que o outro guarda recusou, disposto a cumprir a lei a todo o custo, mesmo que isso significasse matar o outro guarda que também era seu sogro, e depois de ver a atrocidade cometida, proceder, ele próprio, a cometer suicídio.

Mesmo com suas esposas, Fernando chega a uma aldeia e volta para casa na Polônia, pronto para passar a noite com a prostituta local.

Lá ele também tem a oportunidade de conhecer um grupo de pessoas que, numa sala adjacente, jogam cartas, e entre elas o padre e Manolo, um artista de pensamento livre que o convida para sua casa, Fernando fazendo em troca a comida dada a sua boa mão para a cozinha, que ele aprendeu no seminário

Fernando deve finalmente partir antes da chegada iminente de suas filhas e procurar outro destino, embora quando chega à estação e vê as quatro filhas de seu amigo saindo do trem, fique fascinado por elas e, com o pretexto de ter perdido o trem, volte para casa, deixando as meninas fascinadas por suas aventuras como desertoras do exército.

Também recebem a visita de Juanito, que vai com sua mãe, uma Carlist abençoada, para pedir a mão de Rocío, uma das filhas de Manolo, embora quando ela nega estar apaixonada, a mãe seja feliz, já que não gosta de ser parente de agnósticos.

O carnaval é celebrado, e tanto as meninas como Fernando, disfarçados de empregada, vão ao baile, onde Violeta, disfarçada de soldado, beija Fernando, que ela leva para dançar, liderando o caminho, liberando-o depois de outro homem que o estava incomodando, tendo que fugir do lugar depois disso e terminando num palheiro onde fazem amor.

Fascinado por Violeta, no dia seguinte Fernando confessa a Manolo que se apaixonou antes do que seu amigo lhe diz que seu amor é impossível, embora quando Fernando lhe diz que dormiram juntos Manolo esteja feliz, até que a própria Violeta lhe diz que o que aconteceu na noite anterior não significa nada, desencorajando Manolo novamente que explica a Fernando que é impossível para ele se casar com Violeta, porque ela é como um homem.

Decepcionado, Fernando prepara sua mala para sair, apesar de estar retido por Clara, a mais velha, que ficou viúva por um corte na digestão de seu marido. Depois de contar-lhe sua tragédia e contar-lhe sobre Violeta – que fez sua comunhão vestida de marinheira – ela lhe dá um beijo.

Enquanto isso, depois de fazer as pazes na noite anterior, Juanito volta para ver Rocío, desta vez com o vestido de noiva de sua mãe, que espera que sua namorada experimente para que ela possa dar os toques necessários.

Mas quando Rocio lhe pede para ser paciente e esperar a chegada da República para se casar, para que eles possam se divorciar se quiserem, eles saem novamente indignados.

Rocio fica chorando e em roupa íntima depois de tirar o vestido de noiva, e Fernando, que estava saindo com sua mala, entra para confortá-la, e acaba dormindo com ela. No entanto, ela descobre que isso não significa nada para Rocio, que ainda está apaixonado por Juanito, o que leva Fernando a sair de vez.

Ela não consegue, porque fica bêbada e perde o comboio, e Manolo, depois de o encontrar bêbado, leva-o de volta para casa.

Entretanto, Juanito, que está muito apaixonado por Rocio, vai falar com o pároco Dom Luis, para lhe dizer que está disposto a apostatar-se se conseguir ganhar o amor de Rocio.

Clara caminha com Fernando ao longo da margem do rio onde seu marido morreu e lhe diz que se sente só desde que ficou viúva. Fernando a beija e ela o empurra para o rio, embora ela se arrependa imediatamente e deve ajudá-lo a sair, já que ele não sabe nadar, e depois de puxá-lo para fora ela finalmente acaba fazendo amor com ele.

Mas o banho deixa o Fernando doente, com as quatro irmãs a tomar conta dele.

No dia seguinte, Amalia, a mãe das meninas depois de voltar de um tour pela América do Sul representando zarzuelas, chega para visitá-las, junto com Danglard, seu representante e amante.

Ele vai chorar de dor quando vir que ela dorme com Manolo, e ele deve consolá-lo, dizendo-lhe que, se ele olhar bem para ele, deve ser ele o ofendido, já que ele é o marido, lamentando Danglard que, apesar do que Amália afirmou, sua turnê foi um fracasso absoluto e ele perdeu muito dinheiro com ela.

Depois chega a notícia do triunfo da República, que eles celebram com alegria.

Durante um passeio ao campo, onde Fernando prepara uma paella, Luz, a menina, e a única realmente apaixonada por Fernando, está indignada com os cuidados dispensados às suas irmãs. Fernando deve ir consolá-la, e suas irmãs testemunham aquele primeiro encontro da irmãzinha, com quem Fernando também está prestes a ir para a cama, o que elas evitam, embora naquela noite Luz se esgueire para a sua cama.

Organizam imediatamente o casamento dos jovens, descobrindo à chegada à igreja que Dom Luís cometeu suicídio, pelo que a cerimónia não pode ser realizada, embora, dada a chegada da República, Manolo decida que eles se considerem casados, uma vez que a bênção da igreja já não é necessária.

Finalmente, as irmãs de Luz partem no trem, enquanto ela e Fernando irão com sua mãe em busca de uma vida melhor na América, terra de oportunidades, onde Amália retorna para continuar sua turnê “triunfante”.

Mas Fernando olha com nostalgia para as outras irmãs, não parecendo feliz por ter que desistir delas.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad