Charles Chaplin e Buster Keaton juntos em ‘Candilejas

As minhas sequências de filmes mágicos: Charles Chaplin e Buster Keaton juntos em 'Candilejas12 comentáriosO DIA ANUNCIAMOS A PUBLICIDADE

Assine a Espinof

Publicidade

30 de Novembro de 2008, 14:07 Antonio TocaCharles

Chaplin e Buester Keaton surgiram numa altura em que a ideia de disparates burlescos se instalou no ecrã. Tomando essa grande certeza, aconteceu que alguns acusaram Chaplin de ser sentimental e consideraram Keaton mais próximo do espírito do seu tempo, referindo-se à era dos filmes mudos que ambos viveram. No entanto, com o passar do tempo e a chegada do som, o prestígio de um cresceu e o do outro desvaneceu-se, o que não diminui o facto de ambos os cineastas serem reconhecidos pela sua grandeza (lido em letras maiúsculas).

Uma das chaves do sucesso de Charlot foi a pantomima, seus movimentos automatizados… a certeza de que o corpo fala, como pensava o próprio Keaton, mas não ao nível de Chaplin, com menos pantomima, mas ambos com altas doses de planejamento para mordaças visuais. E apesar da sua predisposição, o problema era que eles nunca coincidiram na tela quando ambos estavam lá em cima, no boom dos filmes mudos.

Esta falha era para ficar para sempre, exceto que em uma ocasião, e por capricho de Charles Chaplin, ele queria prestar homenagem à figura do cineasta que nunca sorriu na tela em um de seus filmes. O momento privilegiado ocorreu em ‘Candilejas‘, na cena final em que Chaplin e Keaton partilham o mesmo palco. Com uma ideia na cabeça de Chaplin, para lembrar ao público que houve um tempo em que a subversão pela comédia era a essência do show business.

À sua maneira, ambas reflectem as suas virtudes e o seu estilo de representação e comédia. Chaplin queria mostrar que o talento, apesar da idade, nunca abandona uma pessoa, e que com uma simples idéia se podia improvisar uma cena sem uma palavra, cantando para o teatro vaudeville do qual surgiram as duas figuras.

Tudo o que foi dito anteriormente sobre a sequência em questão em ‘Candilejas‘ (Limelight), tem a sua explicação e o seu significado na sequência no camarim, antes da demonstração por dois génios do cinema.

Nele, na forma como se preparam, e na tensão reflectida no rosto de Chaplin, na ideia de recuperar o que outrora foi seu: o palco. Expõe a passagem irremediável do tempo para alguns actores que não conseguem enfrentar o progresso, mas que se dão a si próprios uma última actuação a recordar. Daí a genialidade de Chaplin em se reunir no palco com Keaton, deixando algo para a história, independentemente do resultado final do filme.

E apesar disso comento, para a história do cinema e do momento em que o filme foi lançado, ficou a sua imortal trilha sonora, composta pelo próprio cineasta, a demonstração de que mesmo naquele momento Charles Chaplin era um gênio.

O contraste entre ontem e o que ambas as figuras representavam, juntamente com a presente presa de produtores e dinheiro, longe da arte e da figura do artista, e uma crítica contra o esquecimento em que caíram aqueles com talento e um sucesso já distante no tempo.

É reconfortante ver ambos os mestres em ação. Mais uma entre tantas sequências mágicas da necessária sétima arte, para maior glória de Charles Chaplin e Buster Keaton.

On blogdecine | Free movies by the bunch (II): Modern times On blogdecine | Free movies by the bunch (III): Discovering Buster Keaton On blogdecine | Free movies by the bunch (IV): Charlot e ‘City Lights’ no blogdecine | Free Handful Films (V): Charlot e ‘The Golden Chimera’ no blogdecine | Charlot, Chaplin em fotos, seus grandes shorts e Wall-E no blogdecine | Buster Keaton e os shorts que inspiraram a Pixar no ‘Wall-E

Espinof na Instagram

Siga

Partilhe as minhas sequências de filmes mágicos: Charles Chaplin e Buster Keaton juntos em ‘Candilejas

TópicosPartilhar

Publicidade

Comentários

encerradosOs melhores

comentários:

Ver 12 comentários

Publicidade

Publicidade

Tópicos de interesse

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad