CINE – Santiago Segura vai processar a Antena 3 por se ter relacionado com o caso TORBE nas suas notícias

Hoje na mídia espanhola transcendeu a notícia publicada por eldiario.es onde uma testemunha protegida relaciona os futebolistas Iker Muniain e outro jogador de futebol cujo nome não foi fornecido porque há dúvidas sobre a identidade do mesmo, com abuso sexual de um menor contra a sua vontade, aparentemente a nomeação teria sido contratado pelo também futebolista e goleiro da equipe de futebol espanhola, David De Gea. As declarações da testemunha fazem parte da investigação no caso do empresário pornográfico, Torbe-Ignacio Allende Fernández.

O empresário Torbe -Ignacio Allende Fernández, preso desde abril passado pelos crimes de tráfico de seres humanos por exploração sexual, agressão sexual, pornografia infantil, relacionados com a prostituição, extorsão e contra a saúde pública, bem como lavagem de dinheiro e contra o Tesouro- implicou no caso dois jogadores internacionais de futebol: David de Gea, hoje goleiro do Manchester United e Iker Muniain, atacante do Athletic de Bilbao.

A história desta mulher está incluída no resumo da Operação Universal, que está a ser investigada no tribunal número 29 de Madrid, e que identifica o proprietário de websites com conteúdo sexual como o líder de uma rede de prostituição que abusou de mulheres espanholas e estrangeiras, algumas delas menores. Nas palavras da testemunha, ela e outra menor de idade foram levadas perante os futebolistas Iker Muniain e outro jogador de futebol (a antena 3 indica que este jogador poderia ser Isco, um jogador do Real Madrid), com instruções para aceder ao que quisessem em troca de uma quantia significativa de dinheiro e que, ao recusarem-se, foram forçadas pela TORBE a aceder ao que os futebolistas quisessem, mantendo relações sexuais com eles contra a sua vontade.

A Brigada Central contra o Tráfico de Pessoas da Polícia Nacional dá ao relato geral desta mulher e de duas outras testemunhas protegidas um “alto grau de credibilidade” e descarta “interesses que poderiam existir em desacreditar as pessoas denunciadas por razões econômicas ou pessoais“.

A dupla declaração que a vítima fez aos agentes detalha todo o tipo de abusos da rede e inclui um episódio de supostos abusos em que, segundo a história incorporada nos carros, Iker Muniain participou em 2012 num hotel central de cinco estrelas em Madrid. As revelações desta vítima da trama apontam que foi Torbe quem conduziu a testemunha protegida sob a promessa de que ele cobraria dinheiro suficiente para a suíte do hotel, onde conheceu outra mulher, Iker Muniain e outro jogador de futebol que a testemunha não conseguiu identificar naquele momento.

Segundo a mulher, ao entrar na suíte do hotel, ela deixou claro para Torbe, com os jogadores como testemunhas, que não queria participar daquela festa. E ela destacou que os jogadores internacionais – que eram então companheiros de equipe na seleção sub-21 espanhola – haviam pedido que não fossem feitas gravações para que suas carreiras esportivas não fossem afetadas.

Antes do seu segundo depoimento à polícia, a testemunha protegida tentou, através de uma tentativa de fazer com que De Gea identificasse o outro jogador que tinha estado com Muniain num quarto de hotel em Madrid e também para detalhar quanto Torbe tinha cobrado pela marcação, uma vez que o dinheiro nunca tinha chegado ao seu bolso. Nessas mensagens telefônicas, incorporadas à causa, a mulher duvida do nome do segundo jogador de futebol que entrou na sala e se lembra de que ele se machucou. De Gea diz-lhe que foi jogador do Athletic Bilbao, mas evita dar mais detalhes. Apesar disso, a mulher acaba por identificar um jogador de uma equipa diferente perante a polícia no dia 6 de Maio, que não coincide com estas pistas.

A troca de mensagens entre a mulher e De Gea continua e o goleiro está mais uma vez interessado nos serviços da mulher e pergunta se ela estaria disposta a se encontrar com cinco jogadores do Manchester United, incluindo ele. Não há provas de que esta reunião tenha tido lugar. O tom da conversa sugere que a testemunha estava a tentar reunir novas provas para incorporar na sua queixa, pois não está certa do nome do jogador que acompanhou Muniain na sala. Os únicos dois jogadores com quem ela fala sobre o que é que ela fala são De Gea e o próprio Muniain, de acordo com a documentação incluída no resumo.

Numa das conversas furado pela polícia e transcrito no caso, uma pessoa não identificada pergunta à Torbé sobre os seus contactos com os futebolistas do Athletic de Bilbao. E o homem de negócios responde que duas delas tinham estado numa festa com duas raparigas.

A notícia que envolve De Gea, não sabemos como isso afetará o time espanhol que agora está concentrado em Paris para jogar na Euro e onde o jogador do Manchester United pretende ser titular em detrimento de Iker Casillas.

Antena 3, além de envolver o jogador de Madrid, Isco, nome que aparece riscado do resumo por não ser clara a sua identidade no caso, também informou que o diretor e ator Santiago Segura seria citado para declarar no tribunal número 29, a redação da cinemascômica.com tentou contatar as notícias do canal Atresmedia sem poder falar com nenhum responsável que pudesse nos dar mais detalhes sobre o suposto envolvimento do Segura no caso, também contatamos a eldiario.es, um meio de comunicação que publicou as declarações e eles não sabem onde conseguiram obter essas informações na Antena 3.

As notícias que apareceram nas notícias e no site da Antena 3 levaram o diretor e ator no Brasil, que está filmando a produção da Mediaset, de surpresa. SupermaxUma série de televisão que conta a história de oito personagens que purgam sua culpa por atos criminosos que cometeram no passado em um reality show filmado em uma prisão abandonada de alta segurança. Santiago Segura, através da sua conta pessoal no Twitter, confirmou que não tem nada a ver com o caso e declarou: “Acho que o que eles disseram pode ser considerado um crime“, ele aponta, acrescentando que “receio que eles vão receber uma boa queixa (…) Se alguém me acusar de algo tão sério seria lógico que fosse através de um tribunal e não na TV, não?

Fonte: Diario.es

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad