CoisasCast #08 – Bigodudas, Psicopatas e “Fina Estampa” – Coisas De TV

Ai, obrigado por avaliarem novela antiga❤ inclusive eu seria muito feliz se voltassem com o quadro fixo “Dê Sua Nota”.

Eu sempre achei isso: Fina Estampa é uma novela das 19h exibida as 21h, e curiosamente ontem tava falando isso: a Globo institucionalizou um gênero para cada horário. Até parece que as 21h só dá certo com comédia – Fina Estampa prova que não. Da mesma forma que podemos curtir um bom drama as 19h (Escrava Mãe ou A Viagem) ou um enredo policial as 18h (a maravilhosa Cama de Gato). Fina Estampa estreou depois de um período nebuloso – a sonífera Viver a Vida, a rejeitada (porém ótima) Passione e a clichê e mais-do-mesmo Insensato Coração. Tinha tudo que agradava: era uma novela do povão mesmo… uma protagonista mãezona, o conflito mãe sofrida x filho ingrato, um romance bonitinho tipo Disney do rico culto que se apaixona pela pobre simplória, uma vilã perua malvada, bastante humor, aquela fotografia colorida, casais interessantes, aqueles figurinos vivos, era uma novela bem-humorada, leve, sem o Léo cometendo um assassinato gratuitamente a cada 2 capítulos. O Aguinaldo Silva poderia ter seguido essa cartilha e contado uma historinha BEM clichê e bem-feita mesmo, com um final feliz da Griselda com o René (talvez até com ela voltando a ser pobre, mas feliz no final), alguma punição digna de vilã de novela das 19h pra Tereza Cristina (ela precisava mesmo virar uma assassina psicopata? Really?). Enfim, perdeu a essência e virou aquele circo apelativo com a Lília Cabral e a Christiane Torloni tocando o foda-se e interpretando o Tom e Jerry mesmo. A cada dia, era uma palhaçada nova: a Griselda dando nó na Tereza Cristina, dando banho de mangueira nela, aquele bordão “bebê” da vilã, frases feitas, o negócio da chave de grifo, as armações gratuitas e exageradas da Tereza Cristina pra matar os filhos da Griselda, o René sumiu e perdeu a função, tiraram do éter aquele romance da Griselda com o português (era só pra novela virar uma cópia de Senhora do Destino até no desfecho amoroso da protagonista?).

Aliás, as repetições eram exageradas em tudo. Até no apelido contra a Griselda: anta portuguesa… ridículo gente. Aquele segredo mal-feito dela que envolvia até a Maria Altiva de A Indomada e a Carlota Valdez de Suave Veneno… enfim, cruzes. Virou novela de humor involuntário, não à toa agradou o México a ponto de produzirem um remake.

Sobre as declarações do Aguinaldo: ele fala só pra causar. Ele se contradiz de propósito pra aparecer. Ele não disse só que não gosta de vilãs psicopatas, como também não gosta de vilãs assassinas. Nazaré, Altiva, Regina, Adma, Tereza Cristina e Cora não eram assassinas? E dá pra concordar com ele em uma coisa: suas vilãs não são psicopatas. Psicopatia é um desvio de comportamento em que a pessoa é fria, sedutora, dissimulada, sem expressão, sem traço de arrependimento, calculista, bem a Yvone de Caminho das Índias mesmo. As vilãs dele são simplesmente ridículas: exageradas, caricatas, loucas, sem propósito. Vilã de filme da Disney mesmo.

CurtidaCurtida

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad