Conan, o Bárbaro 5. Vai para casa, vais ser recebido com espadas na mão.

Nova entrega da série regular de Conan, o Óptimo, com uma história dupla! Assistiremos ao regresso do cimério à sua aldeia natal, uma pausa na sua vida aventureira para descansar e mostrar aos seus vizinhos o que descobriu na civilização degenerada. E também uma história da juventude bárbara, que já possuía os modos que o tornaram famoso na Era Hyborian.

INÍCIO INICIAL

A saga da vida e da morte de Conan, o Bárbaro continua no seu caminho, aquele marcado pela Bruxa Carmesim e seus filhos. O bárbaro passou por muito, e seu caminho lhe trouxe dor, sangue, amor e prazer, mas ele precisa descansar, e como qualquer emigrante, ele decide fazer uma visita à sua casa, para mostrar-lhes o que o mundo tem a oferecer. Mas a recepção está cheia de mal, magia e sangue, e cabe a Conan resolver a questão, ele deve lidar com as pessoas que o criaram, a fim de sobreviver a esta noite de nevasca e neve.

Jason Aaron continua a revisitar o passado de Conan, o bárbaro, com um passo firme, história por história ele deixa claro porque seu nome é sussurrado com respeito, e medo. Mas há algo diferente nesta cópia, não apenas o desenho, o bárbaro volta para casa e encontra a mesma coisa que no mundo civilizado, magia e morte, e é culpa dele que ele tenha chegado lá. O cimério tem um grande inimigo, que o persegue para onde quer que vá, o mundo civilizado infecta o selvagem, e o que Conan tinha para algo separado, um refúgio, foi corrompido, e ele não pode permitir isso.

CIVILIZAÇÃO PARA OS BÁRBAROS

A história, embora possa parecer um retorno vitorioso, não é, mas mesmo assim, serve ao escritor americano para nos trazer algumas cenas de luta bestiais, em situações de selvageria do norte, no entanto, é capaz de demonstrar que a beleza e a civilização não têm qualquer utilidade num mundo onde a força do seu braço faz a diferença. Os dons que deveriam impressionar seus semelhantes, acabam sendo usados para equilibrar a balança de uma luta pela alma de sua família e amigos, a civilização usada como uma ferramenta bárbara, para obter a liberdade que os cimérios sempre defenderam.

Não apenas o cenário e o tom do capítulo muda um pouco em relação ao que foi proposto, ele é acompanhado por um cartunista convidado Asrar deixa os lápis para Gerardo Zaffino, um cartunista que não ignora o bárbaro, e com um estilo muito diferente. Zaffino é mais brutal, com mais linhas e menos definição, com gestos marcados em pedra e ação enérgica. Ele não precisa muito para mostrar a força de uma batalha, mas também não deixa o espaço vazio porque ele controla os personagens e sabe que em um desenho animado a situação do personagem é tão importante quanto onde ele não está.

DUAS HISTÓRIAS PARA O CIMMERIO

E, nesta ocasião, temos um extra de luxo maravilhoso: Conan Exodusuma história escrita e desenhada por Esad Ribic, que trabalhou com Aaron em THor, nas primeiras sagas do escritor da série. Parece que ambos entendem semelhante ao caráter de Conan, parcimonioso em palavras e pródigo em ações, e nos deixa com uma história silenciosa, pelo menos no que se diz para poder lê-la, já que os poucos textos que aparecem estão em uma língua morta, na qual Conan deixa claro que quem lhe paga, assim como aquele espírito indomável e código especial para governar sua vida. Ribic não se complica e deixa uma clara aventura do homem contra a natureza, que termina com um pouco de bárbaro contra o civilizado. Mas sendo o artista também, ele se permite cenas espetaculares e poderosas, mas nunca deixa a narrativa se desvanecer, mas deixa um bom exemplo de pulso para contar muito sem precisar contar os textos. Demonstração notável do que Ribic pode fazer sozinho, teremos que esperar pelo futuro e pelos próximos projetos que ele irá considerar.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad