Deixo-o quando quero (2019) por Carlos Theron

Eu desisto quando quiser.Vou embora quando quiserEspanha

(2019) *

Duração: 98 min.

Música: Claudia Montero

Fotografia: Ángel Iguácel

Roteiro: Cristóbal Garrido, Adolfo Valor (Baseado no roteiro de Valerio Attanasio, Andrea Garello e Sydney Siblia)

Diretor: Carlos Theron

Artistas: David Verdaguer (Pedro), Ernesto Sevilla (Arturo), Carlos Santos (Eligio), Ernesto Alterio (Tacho), Miren Ibarguren (Anabel), Cristina Castaño (Isa), Amaia Salamanca (Gloria), Pedro Casablanc (Merino), Gracia Olayo (mãe do Eligio), Luis Varela (pai do Eligio), Mero González (Jota), Roger Berruezo (Borja).

2007

Três alunos, Pedro, Arturo e Eligio são três alunos que estão lutando para passar, vendo, com 3 meses para ir antes dos exames, como lá em cima eles estão em uma dobra, enquanto se dedicam aos estudos, garantindo ao Eligio que todo esse esforço valerá a pena.

10 anos depois

Os três rapazes conduzem num humilde carro até um parque industrial onde a Eligio veste roupa velha e suja para uma entrevista de emprego como homem das entregas.

Arturo dá aulas particulares a uma menina que não lhe presta atenção, e Pedro dá aulas de química na universidade a um grupo de chineses, nenhum dos quais passou no teste de língua, através de um acordo com a Universidade de Xangai. Eles precisam do dinheiro dele e os chineses precisam do prestígio dele.

O Eligio não consegue o emprego, porque o empregador nota que ele tem estudos e o rejeita.

Arturo dá suas aulas na esperança de continuar seu projeto sobre um complexo vitamínico que ele parou, por falta de fundos.

Mas ele ganha muito pouco dinheiro e deve enganar seus gêmeos, a quem ele diz que o carrossel do Barrio del Pilar é EuroDisney, e Gloria, sua esposa, cansada de esperar por uma vida melhor, traz-lhe os papéis do divórcio, dizendo-lhe que ele dedicou sua vida à ciência e isso não lhe deu nada, tendo que ouvir suas filhas dizer-lhe que a mãe delas sempre diz que ele não é capaz de sair da sua zona de conforto.

Ele decide provar que é capaz de fazê-lo e no meio do bar joga na cara do seu chefe, que não lhe deu os fundos prometidos para o seu projeto de pesquisa e que lhe paga uma ninharia, porque no setor privado ele poderia ser pago três vezes, e seu chefe lhe diz para ter sorte no setor privado, porque ele é demitido.

Ele diz a seus colegas que seu projeto era gerar um complexo vitamínico que aumentasse a concentração para o estudo.

Arturo toma um dos seus comprimidos, já que são estimulantes, apesar de Pedro lhe dizer que nem sequer os podia testar em animais e que os toma para testar os seus efeitos.

Eligio gaba-se de ter estudado sem estimulantes, mas Arturo diz-lhe que eles passaram os seus 20 anos sem se darem a mínima e não quer que eles também passem os seus 30 anos, levando-os a todos.

Mas depois de um tempo sem notar nenhuma mudança, Pedro volta à universidade para pegar suas coisas, entrando na classe do professor Merino, vendo como os alunos lhe dizem que vão sentir falta dele e se levantam um após o outro dizendo “Oh Capitão, meu Capitão”, como em “O Clube dos Poetas Mortos”, então ele mesmo se levanta na mesa e imita Robin Williams, sem perceber que ninguém realmente o escuta, já que os alunos nem o conhecem.

Arturo vai dar aulas para sua aluna, Jota, e pensa que sua mãe, Isa, está insinuada, verificando isso, alucinando como ela olha seus seios e lhe diz que é maravilhosa, não podendo dar crédito à sua atitude.

Quando eles saem, Arturo vê uma velha que tinha descido para jogar o lixo fora e ele acha que ela também está se atirando nele, então ele faz amor com ela na própria rua.

Eligio está na casa de seus pais, informado por sua mãe que vai colocá-lo no posto de gasolina de seus tios, apesar das objeções de seu pai, que está disposto a continuar apoiando-o enquanto ele faz sua tese, o que ele vem fazendo há dez anos.

Seus amigos o chamam, mas ele não percebe nenhum sintoma, até que de repente ele começa a ver seus pais cantando “Será porque te amo” (Será porque eu te amo) como Ricchi e Poveri, vestidos, levando o ônibus de seu avô para um microfone.

Ela deixa a casa para se encontrar com seus amigos na universidade, Arturo ainda vai nu, comentando que eles se sentem como se tivessem 20 anos, propondo a Arturo vender os comprimidos como Walter White, dizendo-lhes, diante do medo de Pedro de acabar na cadeia, que isso acontece com pessoas que não têm dois dedos à sua frente, mas que são professores universitários.

Ele consegue convencê-los, pois faz com que Pedro veja que com o dinheiro que recebem pode levar as suas filhas à EuroDisney e até recuperar a sua mulher. Eligio está disposto a fazê-lo, pois é a sua vez de começar a trabalhar no posto de gasolina, por isso eles esgueiram-se para o laboratório e tomam os comprimidos já prontos.

Eles decidem ir atrás dela para os clubes da moda, embora nenhum deles saiba onde estão, e quando vão a um dos que estavam na moda no seu tempo descobrem que agora está cheio de pessoas divorciadas que estão a beber uma garrafa porque não têm dinheiro nem para a sua própria cerveja, e encontram lá a Gloria, perante a qual fingem ter saído para festejar, dando-lhe o facto de estarem a celebrar que finalmente deram a Pedro os fundos para o seu projecto e ela abraça-o.

Mas depois aparece Borja, a dona da farmácia onde ela trabalha e que é campeã de bachata, e embora ela não goste de salsa, ela está saindo da sua zona de conforto, dizendo a Pedro que ele tem razão e que eles devem parar de se ver.

E no dia seguinte ela diz a Arturo, enquanto esperam que o Eligio saia do seu emprego no posto de gasolina, que devem estar a negociar em grande, e não a retalho.

Enquanto isso Eligio, no posto de gasolina, argumenta com sua colega Anabel, porque quer sair antes de trabalhar e também não quer atender apenas o quiosque, e não quer limpar os banheiros ou atender as bombas, enquanto ele vende revistas, algo que ela não está disposta a consentir, porque isso o faz ver que ela também tem estudos, porque ela é advogada e fala três línguas.

Decidem seguir alguns jovens que viram a negociar no posto de gasolina para ver para onde vão, seguindo-os até um beco onde os perdem de vista, ficando surpreendidos por eles para explicar que querem fazer negócios com eles, oferecendo-lhes os comprimidos por 10 euros, que descem imediatamente para 5, vendo como os levam de graça e fogem depois de dispararem as rodas do carro.

Depois passa um carro da polícia e o Eligio corre a telefonar-lhes e diz-lhes que foram roubados enquanto fazia uma transacção com eles, e acaba na prisão, da qual recebe “o seu advogado”, Anabel, sem qualquer acusação. Ele não a cobra por isso, mas exige que ela possa entrar para o bando, porque, diz ele, todo traficante de drogas precisa de um bom advogado.

Eles decidem falar com Jota, um bom conhecedor do mundo da noite, que concorda em ajudá-los, mas também lhes pede uma porcentagem do negócio.

Ela leva-os a uma boate da moda e mostra-lhes como passar as pílulas, passando a palavra imediatamente, quando vêem os efeitos que teve no primeiro cliente.

Eles deixam o clube felizes contando o dinheiro quando são interceptados pelas “seguratas” do clube, que lhes dizem que Tacho, o dono do lugar, quer vê-los.

Tacho diz-lhes que viu o que aconteceu naquela noite no seu clube e que o seu sonho desde que abriu o seu primeiro clube em Ibiza era fazer as pessoas felizes, e foi isso que ele viu os seus comprimidos fazer, por isso quer que eles vendam mais e trabalhem para ele, porque ele vai pagar-lhes 10 vezes mais do que eles ganharam como professores.

Eles vão ao laboratório da universidade à noite para fazer mais comprimidos, embora Anabel lhes diga que devem manter a discrição e fingir que não têm dinheiro, então ela e Eligio terão que ficar no posto de gasolina.

E para evitar problemas legais, Anabel pensa que os consumidores devem assinar um documento declarando que querem participar livre e voluntariamente de uma experiência científica.

Tudo começa a correr bem e eles têm muito dinheiro, eles até pedem a Peter para fazer selos na frente de suas filhas e Gloria, a quem ele diz que são pessoas que amam a química, sua esposa lhe dizendo que o pagamento dos últimos quatro meses juntos chegou, então ele até sugere que celebrem juntos os aniversários das meninas.

A mãe de Eligio também fica surpresa ao ver como ele tem o seu quarto cheio de electrónica e joga com máquinas 3D e diz-lhe que está encantada com o seu trabalho a vender combustível.

Por sua vez, Isa vê sua filha mais interessada nas aulas de Arturo, que observa como, apesar de ser apenas professor, ele tem um carro muito bom, aceitando o convite dela e indo com ele a um bar para falar sobre Jota e sua futura universidade, embora Arturo deva admitir que ele não é bom em estudar.

Depois da conversa Isa não consegue disfarçar porque se sente atraída por Arthur e vai até a casa juntos, prontos para fazer amor, até que ele, procurando um preservativo encontra algumas algemas na mesa, que ele acha que são para seus jogos sexuais, ela deve confessar que é a polícia, o que assusta Arthur, dadas as atividades ilegais deles, então ele decide sair, mas retifica quando ele a vê nua e vai para a cama.

Tacho lembra ao Pedro que em dois dias é a festa de fim de ano e eles precisam de muito material, dizendo-lhe que Pedro ainda está apaixonado pela Glória, que ele nota que agora gosta dela, talvez porque ela mudou, embora, assegura ele, seja algo temporário, porque ele não é assim, Tacho dizendo-lhe que foi isso que ele disse no início.

Peter reflete e diz que quando ele faz o que é certo, tudo dá errado, e como ele faz o que é errado, tudo dá certo.

Ele surpreende sua esposa e filhas com uma grande festa de aniversário, incluindo uma casa insuflável, que seus amigos frequentam.

Arturo vai com Isa, que diz aos outros que quase os conhece, já que, diz ela, Jota lhe disse que eles a ajudam nos estudos.

Gloria pergunta-lhe sobre o seu trabalho, falando-lhes sobre os novos comprimidos que circulam e que, diz ela, ele introduziu uma nova banda no mercado, que, garante ela, estão prestes a apanhar.

Ele também vai à festa Borja, na qual Pedro não o deixa entrar, dizendo-lhe que a festa acabou, mas depois, tirá-lo das suas partes diz-lhe que é a sua família e a sua casa e expulsa-o da mesma.

Eligio chega tarde e traz como presente um cavalo branco que ele disfarçou de unicórnio e que as meninas pensam que tem uma perna partida porque você pode ver o pênis dele.

Quando a festa acaba, Gloria assegura que este foi o dia mais feliz da vida das suas filhas e diz a Pedro que ele está diferente, dizendo que ele está saindo da sua zona de conforto, entregando-lhe depois um envelope com 3 bilhetes da EuroDisney.

Nessa noite vão para a cama, e quando ele acorda, já sozinho, encontra uma mensagem de Glória, que lhe diz que ela vai vê-lo na universidade, então ele deve sair a toda velocidade até esta, esgueirando-se para a classe onde ele estava ensinando antes, e da qual ele joga seu substituto dizendo que há um exercício de incêndio, ficando em seu lugar para que Glória possa vê-lo ensinando.

Na saída ele encontra Merino, a quem ele diz que no setor privado ele ganha 10 vezes mais do que lá, embora o zelador então aparece e o descobre dizendo que o vê trabalhando lá todas as noites, ameaçando Merino, quando ele descobre sobre isso.

Ele não pode voltar para buscá-lo, e sem um laboratório eles não terão nenhum comprimido, então eles vão ver o Tacho para explicar que não poderão fazer a próxima entrega, dizendo-lhe Tacho para não se preocupar, que ele vai consertá-lo.

Arturo vai ver Isa, que encontrou alguns de seus comprimidos debaixo da cama e que pensa que são de Jota, que nega categoricamente que são dele e que se irrita quando percebe que Arturo e sua mãe estão dormindo juntos, então ele dá um soco duro a Arturo.

Mas sua mãe está determinada a descobrir quem lhe deu os comprimidos e a leva para a delegacia.

Assustados com o que aconteceu, todos se encontram para decidir o que fazer, alguns deles se propõem a desistir, embora Pedro diga que não o podem fazer, embora Anabel lhes diga que, se continuarem, todos acabarão na prisão.

Arturo recebe uma chamada de Isa, citando-o num bar, em frente à delegacia, que está cheia de policiais e onde ele lhe diz que Jota confessou e quando ele se acredita descoberto vê que ele acusou os reis latinos de vender a droga para eles, e contra aqueles que vão realizar uma operação, perguntando a Arturo primeiro que se algo lhe acontecer ele deve tomar conta de Jota, sendo aplaudido enquanto eles se beijam, por todos os policiais.

Entretanto, um bandido do Tacho vai falar com Merino para lhe perguntar se ele vai deixar Pedro em paz, e quando ele vê que não está disposto a fazer isso, ele o joga no chão com seu SUV.

Pedro, por sua vez, brinca com suas garotas e admite que costumava ser um chato.

Ele pergunta a Glória se ela está envolvida com o rei da bachata, e ela diz que não, depois do que ele lhe pergunta se ela ainda está apaixonada por ele, dizendo que não, mesmo que eles se beijem, sendo interrompidos por um chamado que o alarma.

Todos vão ver Tacho, assustados com a indignação do reitor, reconhecendo que um dos seus homens o fez, e Pedro diz-lhe que está louco e que não podem continuar a trabalhar para ele, já que não são traficantes de droga, mas estudantes.

Tacho pede-lhes que o perdoem e diz-lhes que foi longe demais e que compreende que querem partir, embora primeiro os convide para um sumo, tomando depois o pénis de Arturo e mostrando-lhe que está disposto a fazê-lo com ele no liquidificador, ao qual são obrigados a ceder, pedindo ao Tacho a maior carga que já fizeram, tendo de fazer 50 quilos em poucas horas.

Quando saem, Arturo se propõe a denunciá-lo à polícia contra os critérios de Pedro, que prefere continuar fazendo pílulas. Mas os outros sabem que não podem continuar a trabalhar para o Tacho, nem podem confrontá-lo, e vão para a esquadra.

Mas depois Pedro recebe uma chamada de Tacho, que lhe diz que raptou a Gloria e lhe pede para tirar os amigos da esquadra e começar a tomar os comprimidos.

Entretanto Isa interroga os reis latinos, que confessam que eles não fazem as coisas e ignoram quem faz, porque eles apenas roubaram de três caras, que ele diz, não pareciam camelos, mas professores, de repente percebendo que os três professores estão na mesma delegacia, então eles os identificam, embora naquele momento Pedro os leve embora depois de contar o que acontece com Glória.

Eles correm para fazer a próxima dose, embora depois vejam que o laboratório foi desmantelado e lhes faltam ingredientes, decidindo que Pedro vá procurá-los na farmácia de Borja, o que o faz abrir-se dizendo-lhe que Gloria ainda o ama, aparecendo atrás dele Eligio e Arturo com balaclavas e o barulho do avô do primeiro, pronto para roubar os ingredientes de que precisam.

Mas em vez de lhes dar o que eles pedem, Borja sai com uma caçadeira e atira, e quando Eligio dispara o barulho, ele voa para longe, devido ao recuo do barulho e à sua interferência.

Graças a Pedro, que o injeta com anestesia, finalmente conseguem roubar os ingredientes e correr para fazer os comprimidos no posto de gasolina do tio da Eligio, embora como precisam de fazer muitos deles, tomem os chineses que eram alunos de Pedro.

Eles conseguem preparar seus 50 quilos, que terão que entregar no telhado da discoteca do Tacho, em troca da Glória, preparando uma estratégia para evitar serem presos pela polícia carregada com a droga, agora que Isa sabe que são eles que os estão fazendo.

Para evitar ser preso, Pedro decide tirar o princípio ativo, o cloro, deixando as pílulas sem efeito para que quando a polícia chegar não possa acusá-los de tráfico de drogas e só possa prender Tacho por sequestro.

Mas a polícia não espera tanto tempo. Eles invadem a estação de serviço e prendem-nos.

Eles lhe explicam, depois de ser presa, que tudo o que fizeram foi testar uma droga, apresentando-lhe a autorização assinada de todos os seus pacientes e que seus comprimidos não são drogas e que deveriam prender Tacho por sequestro, bem como por tráfico de drogas, uma vez que ela tem um livro em seu escritório onde ela escreveu todos os seus negócios.

Conseguem convencê-la e vão à discoteca com os comprimidos, sendo recebidos por todos os alunos como heróis enquanto Isa ouve o que estão a falar graças aos microfones que incorporaram.

Enquanto os outros sobem para ver o Tacho, Arturo procura o seu livro-razão.

Surpreendido por um dos bandidos de Tacho, ele é salvo por Jota, que o atinge com o liquidificador e joga na cara de Arturo que ela foi enganada, pois ele ainda não recebeu os 20% que lhe foram prometidos, sua mãe ouvindo tudo.

Jota tenta ajudá-lo a encontrar o livro, embora o que eles encontram é um armário fechado com alguns frascos onde vêem os genitais de vários homens, os russos, que Tacho matou, flutuando.

Quando Tacho os recebe, eles falam para os microfones, dizendo que eles fizeram os comprimidos porque estavam trabalhando sob coação, apesar de Tacho apontar que ele não saberia como fazê-los, então Anabel desabilita o rádio para que nada seja feito que possa incriminá-los, apesar de Isa ter outro.

Na discoteca, a música pára e a conversa de Tacho com os professores é ouvida, para quem ele diz que eles foram os parceiros perfeitos.

A polícia entrou em acção nesse momento, enquanto os alunos, depois de saberem que existem 50 quilos de comprimidos, decidem ir até ao telhado para os procurar.

Eligio joga um dos sacos de comprimidos, que cai na água, e Peter ameaça jogar os outros fora se ele não libertar Gloria.

Mas Tacho diz-lhe que quer experimentar a mercadoria, dando a pílula à Gloria, temendo que ela possa ser envenenada.

Ela se recusa a tomá-la até que ele lhe conte sobre uma viagem à Amazônia que ela inventou, entendendo que neste caso também é uma invenção e finge que a pílula funciona e que ela está drogada e se aproxima de Tacho, de quem ela tira sua arma, embora ele perceba e a evite, ordenando a morte dos professores.

A polícia entrou em cena naquele momento e Tacho diz a Pedro que deveria estar grato a ele porque ele lhe deu os melhores momentos de sua vida e o ajudou a recuperar Glória.

Os alunos irrompem no terraço e, durante a confusão, Glória foge e Pedro bate no Tacho, que cai na água, no qual um bom grupo de alunos também pula, enquanto os comprimidos, que caíram na piscina, em contato com o cloro fazem o seu trabalho, e assim Tacho é drogado e pensa que é uma estrela do rock quando Isa o leva ao carro da polícia, acreditando que está sendo levado para Ibiza.

Lá fora, Pedro pede desculpas à Gloria, que acaba de descobrir que é traficante de drogas, e também lhe diz que foi despedido da faculdade e que roubou a farmácia dela.

Glória pede-lhe para voltar à sua zona de conforto, depois do que se beijam.

O Tacho foi preso pelo assassinato de 12 russos, rapto e extorsão.

Mas os professores não são exonerados, como esperavam, pois são acusados de agressão à farmácia, por isso são presos, embora Isa beije Arturo antes de o levarem.

Pedro explica em público que, graças ao facto de terem testado o medicamento, conseguiu melhorar a fórmula, obtendo um complexo vitamínico que aumenta a concentração e a memória, além de ser legal e vendido em farmácias.

Na verdade, eles contam o seu progresso, ou melhor, os seus desejos, a outros prisioneiros, pois conseguiram 5 anos de prisão, embora esperem sair num ano por bom comportamento, embora precisem de parceiros para testar a sua nova fórmula, tornando-os todos prisioneiros, conscientes do efeito dos seus comprimidos.

Classificação: 1

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad