Essa é mais uma notícia sobre mudanças em “Velho Chico” – Coisas De TV

Se quando “Babilônia” estava no ar, a cada momento líamos uma notícia um núcleo tomando outro rumo por conta da tradicional família brasileira e se na época de “A Regra do Jogo” cada vez era uma notinha nova sobre a baixa audiência da novela, agora que a trama é “Velho Chico” parece que a cada semana tem uma notícia nova sobre duas coisas: um possível afastamento do diretor Luiz Fernando Carvalho e novos rumos que a trama deve tomar para agradar os tais grupos de discussão.

Já falamos aqui que deve rolar o impeachment da peruca acaju do coronel Saruê (Antônio Fagundes) e que o romance entre Santo (Domingos Montagner) e Tereza (Camila Pitanga) deve andar mais rápido porque as pessoas estão sentindo falta de romance. Pois bem, se você achava que ia parar por aí, você se enganou. Segundo a coluna do Maurício Stycer no UOL, novas mudanças quentinhas estão pra chegar.

É que na Globo ainda está rolando aquela coisa que é necessário botar essa história pra andar porque os telespectadores estão achando que a novela tem um ritmo muito lento. Pra que isso ocorra, vai rolar a mexicanização da história e a trama vai focar no amor proibido entre Miguel (Gabriel Leone) e Olivia (Giulia Buscaccio), o que vai acabar culminando na revelação de que Santo é o pai de Miguel.

miguel-olivia-velho-chico.

Além disso, Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) vai ficar cada dia mais malvado e vai botar as manguinhas de fora mostrando que quer mesmo roubar o lugar do Coronel Saruê. Aliás, falando em Coronel Saruê, essa será uma das maiores mudanças da novela. É que Saruê vai perder aos poucos esse ranço bonachão e vai se conectando mais com o que ele era no passado. No meio dessa mudança, a peruca acaju vai rodar.

O que vai rodar também é o amor entre ele e Iolanda (Cristiane Torloni). Com a volta de Martin (Lee Taylor) o embate entre os dois vai começar a se intensificar e a mulher do coronel vai cansar de ouvir tanto desaforo e vai sair de casa. Ou seja, se o telespectador está reclamando de pouco acontecimento, parece que acontecimento é o que não vai faltar.

sarue-peruca

A única dúvida que fica é: parece que já vimos esse filme antes, não? Desde “Babilônia” que estamos aí publicando notícias sobre novelas que são mudadas no meio porque o público não está aceitando. O engraçado é que desde “Babilônia” essas mudanças drásticas no enredo não dão em nada e não aumentam a audiência. Pelo contrário, acabam transformando a novela em uma colcha de retalhos meio esquisita que não leva a lugar nenhum porque nem agrada o público que acompanha a novela desde o começo e nem traz novos espectadores.

Particularmente não acho “Velho Chico” ruim, mas também não entendo como (e se) essa série de mudanças vai fazer a novela bombar. Talvez uma boa dica para a Globo seja deixar autores e diretores trabalharem, pelo menos nos três primeiros meses de novela, sem essa pressão louca de mudar tudo logo depois do primeiro grupo de discussão.

Agora, se nada der certo chama a Aparecida Liberato porque só medidas drásticas como numerologia podem dar conta da zica que tomou conta das novelas das nove.

Share this:

Curtir isso:

CurtidaCarregando…

Relacionado

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad