Estou em crise (1982) por Fernando Colomo

Estou em criseEspanha

(1982) *

Duração: 90 Min.

Música: José Nieto

Fotografia: Ángel Luis Fernández

Roteiro: Fernando Colomo, Andreu Martín

Endereço: Fernando Colomo

Artistas: José Sacristán (Bernabé), Cristina Marsillach (Lucía), Mercedes Sampietro (Gloria), Fernando Vivanco (Benavides), Enrique San Francisco (Enrique), Marta Fernández Muro (Evelia), Luis Ciges (Hortelano), José G. de Castrillón (Arturo), Isabel Sánchez (Lola), Catalina Freire (Eva), Gloria Núñez (Mamen).

Bernabé Pérez, diretor criativo de uma agência de publicidade, é um conquistador que ignora Gloria, sua esposa e duas filhas, e usa o que ele chama de “crises” em seus 40 anos como isca para atrair mulheres, embora ele não tenha que simular nenhuma crise para conquistar Evelia, um parceiro pelo qual ele é fascinado, que está devorando sua terra.

Sua próxima crise chega quando ele conhece Lucía, a modelo para o novo lugar que estão filmando para Benavides, em sua casa de campo. E para conquistá-la, como ele sabe que ela é uma ambientalista convicta, Bernabé finge uma conversão radical à ecologia.

Ele pede uma semana de férias e tenta convencer Gloria de que está sofrendo uma de suas crises, e embora ela, farta de suas estratégias, não quer perdoá-lo, ele não se importa. Ele chama Lúcia para ir morar com ele no campo, dizendo-lhe que vendeu seu Porsche, mesmo sendo falso, e que a vila é dele.

E Lúcia vai ao encontro, mas leva todos os seus amigos ambientalistas para fazer dela um exemplo de Barnabé, que ela suspeita estar apenas tentando conquistá-la.

E durante o primeiro dia, Bernabé esconde-se e colabora nos cuidados do jardim, mas no dia seguinte, goza com eles, escapando à noite para a casa de Evelia para tomar um banho quente e ir para a cama com ela, embora tenha um gatilho depois de descobrir que, aproveitando a sua ausência, Benavides sai com Glória.

Ele se vingará incitando os ecologistas a destruir as máquinas com as quais Benavides está rompendo sua enorme parcela de terra para desenvolvê-la. Eles jogarão areia nos depósitos das máquinas, mas também no do alpendre escondido por Bernabé.

A chegada de Benavides após o evento vai precipitar tudo. Ele descobre para Lucía que a varanda era de Bernabé e que a vila é dele.

Zangado com isto, Lúcia despe-se e pede-lhe que durma com ela para acabar com ela, embora nessa altura Bernabe já tenha perdido o interesse nela e só queira recuperar Gloria, a quem ele chama, embora ela desligue o telefone, pelo que ele decide regressar a Madrid, fazendo-o na carrinha dos ecologistas.

Quando chega à capital descobre que Bernabé dá um carro de colecionador a Gloria e os persegue, embora Gloria perceba e diga a Benavides que ela está sendo perseguida por um homem obcecado.

Benavides decide dar-lhe uma lição e pede a ajuda de Barnabás ao homem que ela encontra quando ele acaba de estacionar a carrinha. Juntos eles destroem a carrinha.

No caminho de volta à vila com a van destruída, ele é parado pela polícia quando encontram um saco com algumas ervas estranhas, embora o deixem ir depois de descobrir que as ervas no saco são orégãos, embora, humilhado pela piada quando chega à vila, ele expulsa os ecologistas.

Ele então volta para sua casa, mas Gloria lhe diz que vai morar com Benavides.

E de volta ao trabalho, a sua agência prepara outra campanha para Benavides. E Bernabé vê como Evelia, sem tantos ares e graças, conseguiu se conectar com os gostos do cliente, então Bernabé a ataca e a acusa de ser uma escaladora e uma prostituta, após o que insulta Benavides, recebendo um soco e perdendo seu emprego.

Meses depois, Bernabé coincide numa cafetaria com Benavides e Gloria. Este último, cuja relação já atingiu o fundo do poço, esconde-se à sua frente como se fossem felizes, enquanto Bernabé lhe diz como se está a sair bem na sua nova empresa, apesar de estar realmente à procura de um emprego.

Classificação: 2

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad