Eva Mendes, sensualidade latina feita em Hollywood

Se há uma atriz hoje que está à altura dos cânones da “sexy estrela latina”, é Eva Mendes. Uma beleza de origem cubana que, enquanto estudava marketing e atuação, foi descoberta por sua inegável beleza e as portas do show business se abriram para ela. Primeiro como uma beleza em videoclipes (tão populares como os dos Aerosmith) e depois em participações televisivas (“Urgências”) até chegar ao cinema. Não pela porta grande, mas assegurando que o seu rosto (e corpo) não passasse despercebido pelo grande ecrã.

No entanto, uma atriz de talento limitado (mas com um dos sorrisos mais sedutores) conseguiu se encaixar e tirar o máximo proveito do estereótipo da atriz latina que Hollywood tantas vezes afirma. Ela cresceu como uma estrela para se tornar uma das mais desejadas, sexy e admiradas. E embora muitos não reparem no seu trabalho, hoje, aos 36 anos, ela é a atriz latina mais indispensável na agenda de muitos produtores.

O início de sua carreira foi marcado por títulos de horror na quarta categoria (na época ‘Los chicos del maíz 5: Campos de terror’, ‘Leyenda urbana 2’ e ‘Once Upon in Mexico’), então ele teve que lutar para contornar mais projetos desse tipo e encontrar esse título para servir de trampolim. Ficou claro para ele que não podia esconder a sua beleza exótica, a sua pele dourada e as suas características latinas, por isso decidiu valorizá-las e, juntamente com a imposição de Hollywood, aproveitá-las ao máximo. Consciente de que sua beleza lhe abriria portas, ela era sincera consigo mesma e aceitava o caminho que poderia tomar e alcançar, no futuro, uma consideração superior como atriz.

Isso ainda está por vir, mas pelo menos ela conseguiu andar por aí com o glamour que a máquina de Hollywood lhe deu e aparecer em títulos cintilantes. Ele conseguiu isso quando começou sua carreira com ‘Training Day’ e mais tarde com ‘A Todo Gas 2’, elevando seu perfil e ganhando atenção suficiente para garantir um futuro neste mundo competitivo.

eva mendes 2

Depois veio ‘A Contrarreloj‘ com Denzel Washington, onde ela corroboraria sua imparável condução como uma atriz latina de primeira linha. E ela até ousou fazer a comédia em ‘Pegado a ti’, sendo já a brotante Eva Mendes que todas as publicações masculinas catalogadas como uma das atrizes mais desejadas do momento.

Contudo, apesar das desvantagens de ser uma das estrelas mais consideradas pela sua beleza do que pelo seu talento de actriz, Eva Mendes aproveitou-se dela e manteve-se firme na tentativa de quebrar as convenções. Em particular, não creio que ela tenha tido sucesso, mais provavelmente por causa da falta de papéis do que por causa do seu impulso. Pelo menos ela tentou escapar de um certo buraco de pombo, passando do terror à ação, da comédia ao thriller (‘A Noite é Nossa’, com uma cena quente e tórrida incluída), sem esquecer a história em quadrinhos mais popular (‘O Cavaleiro Fantasma’ e ‘O Espírito’).

O seu compromisso está a levá-lo a conseguir empregos mais conceituados. Assim, após vê-la recentemente em ‘Corrupt Lieutenant’, ela tem no seu portfólio ‘Last Night’ com Sam Worthington e Keira Knightley, e ‘The Other Guys’, uma comédia de acção com Mark Wahlberg, Samuel L. Jackson ou Michael Keaton.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad