Glenn Close receberá o Prêmio Donostia e apresentará ‘Albert Nobbs’ em San Sebastian

Há alguns anos, anunciamos quem são os artistas ou as celebridades que recebem o Prêmio Donostia no Festival de San Sebastian, é claro. No ano passado foi recolhido por Julia Roberts, em 2009 foi entregue a Ian McKellen, em 2008 foi entregue a Meryl Streep, um ano antes, o Donostia foi entregue ao actor Richard Gere, na edição de 2006 foram entregues dois prémios: a Max Von Sydow e Matt Dillon, e também em 2005 teve um duplo vencedor: Willem Dafoe e Ben Gazzara.

Em todas as ocasiões em que falei sobre o assunto, critiquei a conveniência de conceder estes prêmios de reconhecimento a uma carreira a personagens que, com certeza, iriam participar do evento e dar publicidade com a coleta de seu prêmio. E não me esqueço das minhas palavras, especialmente nos casos em que mais comentei, na altura, as dos dois protagonistas da “Mulher Bonita”. No entanto, após esta revisão dos últimos cinco anos do Donosti Awards, devo admitir que algumas personalidades passaram pelo palco do Kursaal que ganharam uma homenagem. E o mesmo acontecerá na edição de 2011.

Glenn Close será, nesta ocasião, o vencedor do Prémio Donostia, que ele próprio recolherá no dia 18 de Setembro, numa cerimónia que terá lugar às 21h30, no Auditório Kursaal. Aproveitando a visita, a atriz apresentará, fora da competição, o último filme de Rodrigo García, “Albert Nobbs”, no qual interpreta uma mulher que, para conseguir um emprego em um hotel da sociedade machista da Irlanda do século XIX, acaba se disfarçando de homem, como pode ser visto na fotografia do início, e suponho que tomando o nome do título. Neste filme, que me deixa mais curioso do que o próprio prêmio, Close é estrelado por Jonathan Rhys Meyers e Brendan Gleeson, entre outros.

Close começou no cinema em 1982 com ‘The World According to Garp’ e entre seus papéis mais memoráveis estão os de ‘Fatal Attraction’, ‘On the Edge of Suspicion’, ‘Dangerous Friendships‘ ou ‘101 Dalmatians‘, que Cruella de Vil parecia escrito para ela. Para a televisão, ela fez ‘Um Leão no Inverno’ e deu vida ao terrível advogado da série ‘Danos’, que lhe permitiu ganhar o seu segundo Globo de Ouro. Parece que o papel de uma mulher de braços que quase ninguém ousaria opor-se a ela vem como um anel na ponta dos seus dedos.

Via | IMDb.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad