Godzilla (1998) por Roland Emmerich

GodzillaGodzilla

(1998) * EUA / Japão

Duração: 138 Min.

Música: David Arnold

Fotografia: Ueli Steiger

Roteiro: Dean Devlin, Roland Emmerich, Ted Elliot, Terry Rossio

Endereço:Roland Emmerich

Artistas: Matthew Broderick (Dr. Niko Tatopoulos), Jean Reno (Philippe Roche), Maria Pitillo (Audrey Timmonds), Hank Azaria (Victor Palotti / “Animal”), Kevin Dunn (Coronel Hicks), Michael Lerner (Major Ebert), Harry Shearer (Charles Caiman), Arabella Field (Lucy Palotti), Vicki Lewis (Dra. Elsie Chapman), Doug Savant (Sargento O’Neal)

Um navio de conserva japonês é empurrado perto da Polinésia Francesa por um monstro terrível.

Nick Tatopoulos, um biólogo americano que estuda os efeitos da radiação nos vermes de Chernobyl, é chamado pelo exército quando enormes rastros aparecem no Golfo de San Miguel, no Panamá.

Ele vai trabalhar com Elsie Chapman, uma paleontóloga que acredita que é um dinossauro que voltou à vida, estando Nick convencido de que é uma nova espécie mutante que surgiu devido à radiação causada pelos testes nucleares realizados no Mururoa Atoll.

O desaparecimento de três barcos de pesca arrastados para o fundo do mar na costa leste americana, são o prelúdio para o aparecimento do monstro em Manhattan, que força a sua evacuação.

Eles vão atrair o monstro depois de empilhar toneladas de peixes, e quando o monstro aparece eles atiram a vontade, sendo os danos causados pelo exército maiores do que os gerados pelo monstro, que foge porque os sensores de calor dos mísseis não funcionam com ele.

Audrey Timmonds, uma jornalista cansada de trabalhar na sombra para seu chefe Charles Caiman, que só a deixa ser repórter se dormir com ele, forja uma licença e aproveita para conhecer Nick, que foi seu namorado na faculdade, para ter acesso direto às notícias, testemunhando como ele descobre, após uma análise, que o monstro está grávido.

A notícia abre a notícia, junto com vídeos secretos que Audrey roubou de Nick, e que Caiman se apropria, depois de substituir Audrey em sua reportagem, e conseguir com sua ação que Nick seja expulso do projeto, ao que é desculpado dizendo que ele só pretendia que ele não achasse que fosse um fracasso.

É então contactado pelo francês Philippe Roaché, que se fazia passar por agente de seguros, mas que na verdade pertence aos serviços secretos franceses e que está disposto, como ele, a destruir o ninho do monstro, para evitar o descrédito do seu país, cujos testes nucleares o geraram, já que o exército americano está concentrado no monstro, que tentará atrair para uma área mais aberta, no Central Park.

Disposta a fazer reparações e mostrar que é uma verdadeira repórter, Audrey vai com Palotti, o operador de câmara, ao lugar onde os soldados franceses estão com Nick.

Apesar da armadilha montada para o monstro, que chamam Godzilla por ser o nome dado pelo único sobrevivente japonês do primeiro ataque, ele foge e vai para o mar, onde um submarino dispara vários torpedos contra ele, que finalmente atingirá o alvo.

Enquanto isso, Nick e os soldados franceses encontram o ninho sob o Madison Square Garden, descobrindo que há mais de 200 ovos enormes que não podem destruir por si mesmos, e que estão começando a eclodir, então eles devem fugir das criaturas famintas.

Depois de se encontrarem com Audrey e Palotti, conseguem contactar a sua rede graças ao sistema informático na cabine da sua estação de rádio no pavilhão. Audrey transmite ao vivo o relato da sua vida, pedindo-lhes que destruam o edifício, do qual conseguem escapar pouco antes do exército o destruir com as suas criaturas no interior.

Enquanto Nick e Audrey se beijam uma vez recuperado o amor, Godzilla aparece novamente, que não morreu. Vendo suas criaturas mortas, ele as persegue enquanto tentam fugir em um táxi, com o qual vão para a ponte do Brooklyn, onde se enredam nos cabos de suspensão, sendo finalmente destruídos pela aviação.

Tudo acaba feliz… embora eles não saibam que nem todos os ovos foram exterminados.

Classificação: 1

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad