Início de varredura para a temporada 4 ‘The Walking Dead’.

The Walking Dead é, sem dúvida, uma das melhores séries. Cada vez que abre um capítulo, é um evento. Na passada segunda-feira, 14 de Outubro, a Fox estreou a quarta temporada desta excelente série de zombies (e apenas 24 horas após a sua estreia nos EUA). Sabe equilibrar acção e drama, bem como doses elevadas de suspense e terror.

A Fox sabe como tratar muito bem a sua série e tenta sempre dar aos fãs o que eles querem, por isso não pôde deixar de celebrar em grande estilo o regresso ao pequeno ecrã de Rick, Daryl e o resto dos sobreviventes. Assim, ele dedicou o fim de semana inteiro a diferentes eventos em toda a Espanha, como Barcelona, Bilbao, Sevilha e Madrid, com centenas de zombies andando pelas ruas, ansiosos por cérebros frescos e turistas insuspeitos.

Mas o show terminou com uma batalha final no coração de Madri, onde uma enorme marcha de zumbis começou na Plaza de Colón às 19h30 e terminou às portas do cinema Callao, dando lugar a uma palestra de vários blogueiros que debateram a série até o início do capítulo, às 22h20, ao mesmo tempo em que no canal Fox España.

Mas não foi aí que o espectáculo terminou, pois os participantes puderam ver em primeira mão o exclusivo “Dead Rising 3” da Xbox One, que promete muita acção e humor num mundo infestado de zombies – tudo antes do seu lançamento a 22 de Novembro.

Mas vamos avaliar o início desta temporada. Em termos de dados de audiência, é o episódio mais visto da série, reunindo nada menos que 16 milhões de espectadores americanos; nada mal para uma série que ganha seguidores temporada por temporada, e quase duplica os espectadores que assistiram à estreia da temporada anterior. Em Espanha, a audiência foi mais moderada, mais tendo em conta que é um canal pago, mas os seus 318.000 espectadores continuam a ser uma grande figura, mais se tivermos em conta a grande agitação que foi causada nas redes sociais ao longo do dia.

O capítulo de The Walking Dead intitula-se “Trinta Dias sem Acidentes”, e conta como os personagens criados por Robert Kirkman superaram o duro confronto com o governador no final da temporada anterior e suas horríveis consequências para ambos os lados. Uma vez terminado o confronto entre os sobreviventes, os caminhantes voltam à ribalta (não confundir com os caminhantes brancos) e descobrimos que passaram pelo menos dois meses (eles não dizem exatamente quantos).

Desta forma, vemos um Rick voluntariamente confinado na prisão, trabalhando como agricultor, onde cultiva vegetais e cria porcos. No entanto, o resto dos sobreviventes deve sair à procura de mais alimentos e suprimentos úteis com mais frequência, devido ao aumento de habitantes à medida que dão abrigo aos que fugiram do Governador ou os encontraram em outras excursões para o exterior.

O capítulo de The Walking Dead começa calmamente, mostrando a evolução dos personagens e como eles assimilam as mortes dos seus entes queridos e a convivência com os caminhantes, dando margem a novos amores e velhas amizades. Mas nem tudo será calmo, já que em uma das excursões vemos um dos destaques da série, uma cena cheia de ação claustrofóbica que vale bem a pena ver, onde no que parece uma inspeção tranqüila de um supermercado, se transforma em uma ratoeira mortal para os nossos protagonistas.

Sem querer revelar muitos detalhes ou spoilers, vamos resumir dizendo que este é um bom começo de temporada, esmagadoramente apoiado pelo público, e que vai de menos para mais; mostrando-nos não só mais interação com os zumbis, mas também como alguns personagens evoluem e outros endurecem. Mas se alguém pensou que seria tranqüilo na prisão, o último obstáculo nos deixa em estado de tensão durante toda a semana sobre como nossos queridos protagonistas responderão a esta nova ameaça. E nesta série vê-se que ninguém é indispensável, por isso podemos ter mais do que uma surpresa.

Siga-nos no Twitter: @cinemascomics e @EduQuintana16

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad