Kristen Stewart, talento versus heroína adolescente

Embora para grande parte do público a jovem Kristen Stewart, que faz hoje 20 anos, faça parte do grupo de estrelas adolescentes elevada ao topo com a saga ‘Crepúsculo’, a verdade é que a actriz, apesar da sua pouca idade, tem vindo a tentar tornar-se uma artista talentosa com um grande futuro há já algum tempo.

É necessário analisar se o efeito ‘Crepúsculo’ fez bem o suficiente para esta promissora e incipiente trajetória. Por um lado, a lógica que fez do seu nome o apelo de jovens aclamados, mas, por outro, não há dúvida de que distorceu e elevou demasiado depressa o seu progresso como actriz talentosa. Apesar de tudo, ela mostrou personalidade, critério e caráter apostando no cinema independente para de alguma forma contrariar o fenômeno ‘Crepúsculo’.

Entre esses dois pólos está Kristen Stewart. Tal como os fãs do cinema. Alguns a detestam e a repudiam por fazer parte da saga de vampiros que está varrendo as bilheterias, enquanto outros a adoram por ter se tornado um ídolo e por mostrar, mesmo com pouca experiência, que ela pode ser algo mais do que Bella Swan.

Seu caminho, como eu disse, é curto apesar de sua juventude, mas desde os nove anos de idade, quando foi descoberta, ela conseguiu estrear em um filme do Disney Channel que não tem grande relevância, mas esse foi seu primeiro pé nesta sétima arte. Passo a passo, uma jovem Stewart estava fazendo um buraco até participar de ‘The Panic Room’ (2002), onde interpretou a filha da protagonista Jodie Foster, com apenas 12 anos. A sua aparência não passou despercebida e foi uma garantia para futuras produções.

kristen stewart 2

Tanto que seu rosto já era popular entre as produções mais destacadas, como em ‘La casa‘ (embora esquecido em termos de resultados), juntamente com Sharon Stone e Dennis Quaid. Em 2005, ganhou um papel de protagonista em ‘Speak’, um pequeno filme televisivo em que se destacou da mediocridade da peça.

O cinema independente: o seu melhor caminho

A carreira dela, como podemos ver, não tem sido curta. Trabalhos consecutivos, embora com resultados irregulares, o que a tornou uma atriz adolescente com mesas suficientes e um futuro. Depois vieram ‘Gente poco corriente’ e ‘The Messengers’ (um verdadeiro filme de terror que foi um sucesso inesperado nas bilheterias). E mais tarde ela participa do ‘Entre Mujeres’ (2007) onde sua idade começou a mostrar uma mulher pequena e não tanto a garota magra e pálida que ela tinha até então. Além de pequenas e pouco meritórias intervenções posteriores, ela alcançou um sucesso retumbante com o “Rumo a Rotas Selvagens” de Sean Penn. E considero ser o seu trabalho mais convincente até à data. Aqui Stewart estava certo, talvez condicionado por sua beleza atípica ou porque ela estava mais confortável no papel de uma jovem atriz em um filme independente do que explorando o lado sexy que outros puderam usar melhor para escalar.

Depois do fenómeno do Crepúsculo

Talvez fosse este papel ou o seu trabalho anterior, o caso é que ela assinou em 2007 o seu papel como Bella Swan em ‘Crepúsculo‘ (2008). A partir daí, ela subiu ao topo, mas também tocou em ‘Algo pasa en Hollywood’, uma comédia negra discreta. Depois veio a fama, as capas, e um alto perfil como ídolo adolescente. Sua conexão com a saga não trouxe de volta “Lua Nova” e logo “Eclipse”, mas ela não perdeu tempo e aproveitou outras grandes oportunidades para provar que ela é algo mais do que o ídolo que muitos amam. Adventureland’ ou ‘The Runaways’ são bons exemplos disso. E por causa desta última, parece que, mais uma vez, ela surgiu como a jovem promessa que ela é.

Parece difícil acreditar que se você der uma olhada na filmografia dela e vir a sua enorme fama, ela tem apenas 20 anos de idade. Ainda é cedo para prever se o futuro será cor-de-rosa, mas parece que ele tem critérios suficientes (e projetos em preparação: ele tem ‘Bem-vindo aos Rileys’ e ‘K-11’ em pré-produção) para superar a saga dos vampiros e dar muito mais de si mesmo. No fundo, há uma atriz que ainda não deu provas de si mesma e, espera-se, voltará ao nível de “Rumo a Rotas Selvagens”. É melhor que ela o faça.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad