Monstro Americano 1: A Besta Sem Faces da América

Não quero que soe mal, mas Brian Azzarello pode fazer o que quiser comigo. No sentido de que qualquer tipo de proposta cômica que eu fizer vai me convencer primeiro, especialmente porque não me lembro de uma única vez que o escritor me decepcionou. American Monster 1‘, o primeiro volume deste interessante trabalho de Brian Azzarello junto com Juan Doe para a editora AfterShock que traz Planeta Cómic ao nosso país, conseguiu mais uma vez me convencer em apenas algumas páginas com um trabalho muito interessante no qual diferentes gêneros como thrillers, terror e drama se juntam em uma cidade perdida do meio-oeste onde um monstro com humanidade ou um humano monstruoso está disposto a mudar as regras do jogo.

A premissa do “Monstro Americano 1” é simples: um homem sem rosto chega a uma pequena cidade do Meio Oeste americano com a palavra vingança na boca e a garantia de dar uma reviravolta ao status quo de poder que opera na área. Para isso, Brian Azzarello planeja um roteiro com pedaços de espelhos que nos levam do flashback do momento ao presente e do presente ao flashback do momento, construindo tanto o personagem principal quanto o ambiente em que ele se move, um ambiente cruel e difícil de digerir, em que uma jovem atraente é capaz de mostrar seus seios a um adulto degenerado com a desculpa de ganhar dinheiro, mas apenas por tédio, e sua melhor amiga, uma garota gorducha e lésbica, apaixonada por ela, é capaz de foder esse adulto degenerado para pegar dinheiro e preencher o buraco de seu rancor. O que se diz: ‘Monstro Americano 1‘ é cruel e infame, como o seu protagonista. E aquela casa de thriller, horror e drama no meio-oeste americano torna a nova peça de Brian Azzarello muito interessante de seguir.

Sinopse oficial do “Monstro Americano 1

O rosto mais feio da humanidade pode ser a sua única esperança. Numa cidade do centro-oeste, um homem enorme com uma cara cheia de cicatrizes horríveis sai de um autocarro e reserva um quarto. Os aldeões estão assustados. Ninguém o conhece… Ou conhecem? Impossível de dizer, porque aparentemente ele não tem cara. As intenções do homem são desconhecidas, até que ele seja confrontado por um xerife corrupto e um grupo de traficantes de armas racistas. A impressão que os aldeões têm do homem muda: agora vêem-no como um herói… Até que as suas verdadeiras intenções venham à luz. O homem não está aqui para derrubar o gangue, mas para o controlar. E isto só agora começou.

Pode ler mais sobre este aclamado grupo de super-heróis na Cinemascomics.com, bem como comprar a banda desenhada na melhor página de loja online que existe hoje: MilCómics.com!

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad