O romance de Tereza e Santo nem começou, mas já tem DR – Coisas De TV

O leitor nem precisa estar acompanhando “Velho Chico” pra saber que o destino de Tereza (Camila Pitanga) e Santo (Domingos Montagner) na novela das nove é viver uma bela história de amor. Os dois se conheceram ainda na adolescência e tiveram um tórrido romance que acabou com Tereza ficando grávida. Quando o coronel Saruê (na época ainda Rodrigo Santoro, sdds) ficou sabendo dessa história, ele obrigou a filha a se casar com outro homem e ela não foi mais vista pelas bandas de Grotas de São Francisco.

Desde então, Tereza se dedica ao marido Tonico Bas… ops, Carlos Eduardo (Marcelo Serrado), a vender a produção de mangas envenenadas do pai com menos veneno pro exterior e a ter estranhos rompantes em que dança com objetos inanimados ou fica chorando no quarto dizendo que não aguenta mais determinadas situações. Recentemente, ela voltou para a terra onde nasceu e teve que lidar com coisas que nós aqui no século XXI lidamos muito: o reencontro de um amor do passado.

Como a novela acontece aqui no presente, mas tem bem poucas aparições de aparelhos tecnológicos, não foi no Tinder e nem no Facebook que Tereza deu de cara com Santo. Ele não curtiu uma foto de perfil dela e nem apareceu mandando mensagem “e aí, sumida?”; mas deu uma passadinha de barco perto de um lugar onde Tereza estava tendo mais uma de suas cenas de amor com a natureza, momentos depois dela abraçar um cavalo.

resumao-nova-fase-velho-chico-05

Desde então, a rotina de Tereza inclui ficar pensando em Santo contemplativa no quarto enquanto espia a janela e a de Santo inclui pensar em Tereza da mesma forma, só que no caso dele frequentemente acontece da mulher dele aparecer bem na hora e eles acabarem transando. Enfim, fato é que como o público tá querendo romance, o Benedito resolveu botar é romance nessa novela e logo logo eles vão se encontrar.

“Nossa Larissa, que legal, vai ter cena de beijo?”. Bem… não. Não é exatamente desse tipo de romance que estamos falando, estamos falando aqui de um romance mais real, um romance que tem o quê? Isso mesmo, mais DR que beijo. O primeiro encontro dos dois vai acontecer de longe, quando Santo passar pela fazenda de Tereza, mas ela for impedida de falar com ele porque o capanga Marcos Palmeira aparece bem na hora.

Já o segundo encontro, esse sim, vai ter DR. Pra variar, os dois estarão resolvendo questões de terra e de trabalhadores, porque afinal de contas isso é uma novela do Benedito Ruy Barbosa, e Tereza resolve ir conversar com Santo depois que ele se torna presidente da cooperativa. Até aí tudo bem, mas Santo, além de caixas de uva, guarda muito rancor dentro dele e começa a acusar Tereza de não querer ajudar ninguém coisa nenhuma. A moça retruca, diz que quer sim justiça, mas ele diz que se ela quisesse mesmo ajudar alguém não teria ficado 30 anos sem aparecer por aquelas bandas.

Tereza usa a cartada típica das DRs e fala que isso ficou no passado, mas Santo não quer nem saber e não ouve mais nada do que ela tem pra dizer.

Se é esse o romance que esperávamos? Provavelmente não, já que se a gente quisesse ver casal que começa brigando e depois se acerta era só colocar na reprise de “Malhação” do Viva, mas por enquanto é esse o romance que iremos ter. Nada muito diferente das nossas próprias vidas, em que namorar a gente não namora… mas é cada DR que a gente tem.

Share this:

Curtir isso:

CurtidaCarregando…

Relacionado

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad