O signo de Leo (1959) por Eric Rohmer (Le signe du lion)

O

signo

de LeoLe

signe du lion (1959) França

Duração: 100 Min.

Música: Nicolas Hayer

Fotografia: Louis Saguer

Roteiro: Eric Rohmer, Paul Gégauff

Diretor:Eric Rohmer

Artistas: Jess Hahn (Pierre Wesselrin), Michele Girardon (Dominique Laurent), Van Doude (Jean-François Santeuil), Paul Bisciglia (Willy), Gilbert Edard (Michel Caron), Christian Alers (Philippe), Paul Crauchet (Fred), Jill Ollivier (Cathy), Sophie Perrault (Chris), Stéphane Audran (Hotel Patrono), Jean Le Poulain (Vagabundo).

Pierre Wesselrin, um músico sem profissão ou benefício, habituado a viver da história, recebe de repente a notícia de que uma tia multimilionária morreu, por isso ele, juntamente com um primo carnal, será co-herdeiro de uma grande fortuna.

Contente com a notícia, ele decide celebrar naquela mesma noite uma festa em sua casa com todos os seus amigos, pedindo um adiantamento de 50.000 francos ao seu amigo jornalista, Jean-François.

Mas as coisas não são assim tão perfeitas no final. Deserdado pela sua tia, ele vê, três semanas depois, durante a celebração do 14 de julho, como, enquanto todos se divertem, falta-lhe dinheiro para ficar no seu quarto alugado.

Um dos seus amigos dá-lhe 10.000 francos. Não dura muito tempo. Uns dias depois tem de recorrer à venda da sua colecção de romances para poder comer apenas algumas sardinhas em óleo, pão e fruta, com a infelicidade de ter as suas calças manchadas com o óleo das sardinhas.

Sem ninguém a quem recorrer, num mês em que todos os seus amigos em altos cargos gozam as férias fora de Paris, Pierre tenta arranjar, por uma vez, um emprego que o acabe com a sua miséria, para o qual tenta recorrer a um conhecido que vive nos arredores de Paris, sem qualquer resultado e tendo de caminhar vários quilómetros de volta sob o tremendo sol de Verão, porque lhe falta o dinheiro para apanhar o metro.

Cansado, sem saber para onde ir, e com um de seus sapatos quebrados, ele acaba junto ao Sena, mendigando com outro mendigo com quem vai dar a volta pela cidade fazendo pantomimas para arrecadar algum dinheiro.

E de repente, e inesperadamente, o seu primo, herdeiro universal da sua tia, morre num acidente e é declarado herdeiro de todos os bens da sua tia e do seu primo, embora ninguém saiba onde o encontrar.

Seu amigo Jean-François viaja com sua namorada para todos os lugares onde ele estava hospedado sem sucesso, finalmente encontrando-o em um dos bares onde ele vai mendigar. O som horrível de um violino o faz reconhecer o toque de seu amigo, a quem ele comunica a notícia.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad