Os girassóis cegos (2008) por José Luis Cuerda

Os girassóis cegosEspanha

(2008) *

Duração: 98 Min.

Música: Lucio Godoy

Fotografia: Hans Burmann

Roteiro: Rafael Azcona e José Luis Cuerda (N.: Alberto Méndez)

Endereço: José Luis Cuerda

Artistas: Maribel Verdú (Elena López), Javier Cámara (Ricardo Mazo), Raúl Arévalo (Salvador), Roger Princep (Lorenzo Mazo), Irene Escolar (Elenita), Martín Rivas (Lalo Peciña), José Ángel Egido (Reitor), Ricardo de Barreiro (Fernández).

Orense, 1940. Sempre que Elena fecha a porta da sua casa, ela joga a chave dos seus segredos. Seu marido, Ricardo, ameaçado por uma impiedosa perseguição ideológica, esconde-se há anos no apartamento onde vivem com seus filhos: Elenita e Lorenzo.

Ricardo tem um pequeno quarto equipado atrás de um guarda-roupa, e quando há qualquer perigo que alguém possa saber da sua existência ele se esconde nele, embora pelo resto do tempo eles possam fazer uma vida normal para si mesmos na casa, fechando as janelas.

Para pagar o aluguel e a comida Elena trabalha como costureira de uma loja de lingerie, enquanto seu marido, um ex-professor, traduz textos do alemão, apesar de seu nojo com a ideologia nazista deles.

Lalo, namorado de Elena, é um poeta, também procurado pela sua ideologia apesar da sua juventude, e por isso decide ir com a namorada para Portugal, apesar do estado avançado de gestação desta última, o que acabará por impedi-los de continuar, tendo de se instalar num barracão.

Salvador é um jovem diácono desorientado que volta ao seminário de Orense depois de ter participado como soldado na guerra por ordem do reitor, o que provocou nele certas dúvidas que levaram o reitor a atrasar por um ano o seu acesso ao sacerdócio, enviando-o entretanto para ensinar na escola onde Lorenzo estuda.

Lá ele via Elena, sua mãe, com quem aos poucos se tornava obcecado, acreditando que ela era viúva, e a quem sempre tentava ver que às vezes podia desempenhar o papel de encrenqueiro ou propor encontros com a desculpa de falar sobre o futuro de Lorenzo, ao qual estava disposto a ajudar, obtendo uma bolsa de estudos.

Aproveitando seu passado como soldado, Salvador investiga a vida de Elena indo a um ex-colega que trabalha no registro. Ele acessa seu arquivo, sabendo que ela tem outra filha, que fugiu com um poeta comunista, e que seus filhos não são batizados, e que ela é casada apenas em um casamento civil, que ele interpreta como algo imposto por Ricardo, que ela teve que cumprir, fazendo-o sentir ainda mais pena dela e propor sua salvação ainda mais fortemente.

Entretanto Ricardo se sente cada vez pior e acha que eles deveriam fazer o mesmo que sua filha e Lalo. Ele deixa a Espanha, pois não suporta mais viver escondido, enquanto muitas vezes os bandidos dos Falange vêm tarde da noite para incomodar sua família, insultando-os e dizendo-lhes que têm informações sobre a morte de seu marido ou filha.

Isto, infelizmente, embora os bandidos o ignorem, é verdade. Elenita morreu após dar à luz, o que faz Lalo perder a cabeça, sendo baleado pela polícia quando tentou atravessar para Portugal com o corpo do seu bebé.

Ricardo lê as notícias no jornal e as esconde de sua esposa pouco antes de Salvador aparecer novamente em sua casa. Ele não consegue mais conter seus instintos e deixou o seminário.

Ele vem vestido de soldado, depois de se instalar numa pensão. Ele está disposto a fazer sua Elena, acreditando que ela está sozinha em sua casa, que ela resiste, e assim Ricardo e Lorenzo parecem libertá-la das garras do sacerdote e fazer com que este último fique desconcertado, que reage gritando para avisar a polícia de que há um vermelho na casa, e então Ricardo, cansado de tudo, decide cometer suicídio atirando-se pela janela.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad