parem de mostrar sempre as meninas como as vilãs dos romances – Coisas De TV

Dia desses eu estava rodando a internet a procura de pautas (nem sempre elas caem no nosso colo, não é mesmo?) quando me deparei com uma matéria de capa do UOL em que a intérprete da Flávia de “Malhação”, a Marcela Fetter, se dizia bem impressionada com a repercussão negativa que sua personagem estava tendo nas ruas. Pra quem não sabe, Marcela interpreta na novelinha adolescente uma menina chamada Flávia que estudou com Rodrigo (Nicolas Prattes) ainda na escola e era apaixonada pelo moço desde então.

Acontece que na época em que os dois estudavam juntos, Flávia era uma menina nem tão bonita e um pouco gordinha que era beeem zoada pelos meninos. Menos por Rodrigo, que sempre foi amigo dela, mas nunca pensou em ter nada mais com a garota. O que rola na trama é que, anos depois, Flávia resolve voltar para o bairro onde cresceu para reencontrar Rodrigo. O único problema é que quando ela volta, Rodrigo está namorando Luciana (Marina Moschen) e ela tem que fazer de tudo pra infernizar a vida dos dois para conquistar o moço.

Claro que aqui estamos falando de uma novela e que Flávia entrou justamente para desunir o casal já que a vilã original da novelinha acabou sofrendo um processo de carminização e ficou boazinha, mas tem uma coisa que me incomoda (e muito!) nessas histórias que são recorrrentes em “Malhação”: o fato da menina sempre ser a culpada pelo fim dos namoros.

Claro que aqui não estamos defendendo que você vá lá e dê em cima de um moço comprometido, mas vocês já perceberam como a culpa recai sempre em cima da mulher? Peguemos por exemplo o caso de Rodrigo. Ele estava namorando com Luciana quando Flávia apareceu. Qualquer pessoa com o mínimo de discernimento perceberia que ela estava dando em cima dele. Rodrigo então resolveu se afastar de Flávia? Não. Rodrigo continuou bastante próximo de Flávia e até fez coisas como convidar ela para festas e coisas do gênero. Rodrigo não estava percebendo que Flávia estava dando em cima dela? Não, Rodrigo estava percebendo que ela estava dando em cima dele e, de vez em quando, dizia ao amigo Roger (Breno Leonne) que, como homem, era difícil resistir às investidas de uma moça tão “gata”. Agora: quem é a pessoa comprometida da história que devia cortar o flerte? Rodrigo ou Flávia? Obviamente Rodrigo, já que é ele que tinha um relacionamento a zelar com Luciana, ao contrário de Flávia, que era livre e desimpedida.

flavia-rodeigo

Mas quem as pessoas odeiam na rua? A personagem de Flávia que “roubou” o namorado da mocinha da novela. Agora pensemos comigo: será que foi mesmo Flávia que “roubou” o namorado da mocinha? Será que não foi Rodrigo que faltou com lealdade com a namorada e que não soube frear seus impulsos para respeitar a namorada (ou a ex-namorada?) Por que as pessoas detestam a Flávia e querem que ela suma da novela enquanto torcem para que Rodrigo e Luciana voltem a ser felizes e plenos? Por que Flávia, que era solteira, e começou a namorar o moço é odiada e Rodrigo, que tinha um compromisso com Luciana, é visto apenas como um homem que “teve dificuldade de resistir às investidas de Flávia” por que “é homem”?

Bem, provavelmente porque mesmo estando em 2016 ainda não conseguimos romper com a ideia de que é sempre a mulher a culpada enquanto o homem está apenas ali, sendo um homem, que tem instintos difíceis de controlar e que não sabe resistir a uma “megera” que veio apenas para roubar um namorado. Se a gente for pensar, essa imagem da menina “megera” que rouba namorados é mais do que recorrente nas novelas, e piora ainda mais em tramas para adolescentes, como é o caso de “Malhação”.

Apesar de ser um estereótipo fácil e simples para criar conflito em uma novela, acho que já está mais do que na hora da gente rever isso. Será que o certo não seria mostrar que Rodrigo é que está bem errado na história? Que o mocinho não pode simplesmente sair por aí traindo a namorada só porque “é homem” e que não é culpa da vilã a traição ter acontecido e sim culpa do cara, que devia respeito à namorada? 2016, gente. Já está mais do que na hora de pararmos de odiar as Flávias e começarmos a questionar o comportamento dos Rodrigos que existem aí aos montes, e que já passaram da hora de aprender que não é só porque você é homem que você tem direito de desrespeitar a sua namorada em troca de uma aventura qualquer. A culpa é muito mais dos Rodrigos do que das Flávias. E uma novela que se destina a público em formação tinha a obrigação de mostrar isso.

Share this:

Curtir isso:

CurtidaCarregando…

Relacionado

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad