Perdidos’ no cinema

A crise de qualidade que domina o cinema actual, e que ameaça agravar-se, levou muitos fãs a prestar mais atenção às séries televisivas, encontrando em muitas delas tudo o que a sétima arte parece ter esquecido. Uma das séries de maior sucesso é sem dúvida Perdidos ou ‘Perdidos’, como é chamada no nosso país, criada por J.J. Abrams.

Pessoalmente, fiquei viciado na série até tarde, mas logo me peguei e me tornei um fã leal. Apesar da considerável queda das duas últimas temporadas, não consegui sair, esperando impacientemente que cada novo episódio saísse, mesmo quando, no final, fiquei com a sensação de ter sido levado a dar uma volta novamente. A greve dos roteiristas deveria ter sido a causa da geralmente medíocre quarta temporada, mas a quinta não foi muito melhor (deixando de fora a impressionante “sesion finale”) e não há mais desculpas.

A verdade é que o fim da série está se aproximando e parece cada vez mais claro que eles não sabem o que fazer para amarrar tudo. Em qualquer caso, como digo, é difícil dissociar-se do Lost, e uma das principais razões é o grande elenco, no qual vamos nos concentrar.

Raposa Mateus

raposa

Se temos que falar sobre os atores de ‘Lost’, acho que temos que começar com o Dr. Jack Shephard, ou seja, com Matthew Fox, cujo olho direito já deu as primeiras dores de cabeça a todos os fãs que viram o primeiro trailer da temporada passada. Matthew Chandler Fox nasceu em Abington, Pennsylvania, EUA, em 14 de julho de 1966. Ele estudou Economia, destacou-se como jogador de futebol na Universidade de Columbia e antes de entrar em atuação foi modelo, participando de comerciais.

Embora tenha dado o salto para o cinema em 1993, quando participou de ‘Que muerto de novio‘, uma comédia de Bob Balaban (o crítico de ‘La joven del agua’), não foi até o sucesso de ‘Perdidos’ que a Fox encontrou um pequeno lugar no cinema, embora não se possa dizer que haja algo realmente notável em sua filmografia. Em 2006 ele acompanhou Matthew McConaughey como chefe do elenco do drama esportivo “Team Marshall“, pelo diretor McG (de “Terminator Salvation”). Um ano depois ele apareceu brevemente no ‘Ases Quentes‘ de Joe Carnahan, fazendo um camafeu como guarda de segurança.

racer-xEm 2008 ele teve a sorte de estar em dois filmes que muitas pessoas viram, embora não fossem propriamente títulos muito aclamados. Por um lado, ele trabalhou no thriller coral intitulado aqui como ‘In the Spotlight (Vantage Point)’, onde interpretou um agente que tinha que garantir que o Presidente dos Estados Unidos estivesse seguro durante um discurso. Por outro lado, ele assumiu um papel de apoio (Racer X) no ‘Speed Racer’, por enquanto o último dos irmãos Wachowski. Actualmente, o actor prepara-se para filmar ‘Billy Smoke’, uma adaptação da banda desenhada de B. Clay Moore e Eric Kim. Será o seu primeiro papel como protagonista absoluto. Veremos como ele faz e se ele cumprir sua promessa de que não fará mais televisão depois que as aventuras de Jack Shephard tiverem terminado.

Henry Ian Cusick

cúspide

Desmond Hume é outro dos personagens mais importantes da série, embora na quinta temporada pareça que ele tenha sido retirado de cena, concentrando-se naqueles que ainda têm algo a fazer na ilha. O personagem, cuja única prioridade é estar com sua amada Penny, é interpretado por Henry Ian Cusick, que já fez ainda menos filmes do que a Fox.

jesusHenry Ian Cusick Chávez nasceu em Trujillo, Peru, em 17 de abril de 1967; é filho de mãe peruana e pai escocês, e fala espanhol e inglês fluentemente. Seu primeiro papel no filme foi em ‘Possessão‘, de Neil LaBute, num papel tão pequeno que seu nome nem aparece nos créditos. Mais tarde, ele ousou encarnar o próprio Jesus Cristo em “A Bíblia Visual: O Evangelho de João”, um filme que ainda não chegou à Espanha. Em 2006 ele teve um papel secundário em ‘In the Darkness’, um thriller com Demi Moore de pouca relevância. No mesmo ano ele estrelou em ‘9/Tenths‘, um drama dirigido por Bob Degus, também inédito em nosso país. Finalmente, em 2007 teve a má ideia de participar no ‘Hitman’, onde fez o papel do irmão louco do Presidente da Rússia. Cusick não parece estar muito interessado no cinema, embora talvez tudo mude quando ‘Perdido’ terminar no próximo ano.

Para ser continuado…

PS: Qual é a sua favorita “perdida”?

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad