Rasputin’s Dagger (2009) por Jesús Bonilla

Rasputin’s DaggerSpain

(2009) *

Duração: 99 min.

Música: Roque Baños

Fotografia: Juan Molina

Roteiro: Jesús Bonilla e Joaquín Andújar

Endereço: Jesús Bonilla

Artistas: Antonio Resines (Jacinto), Jesús Bonilla (Papers), Antonio Molero (Araña), Juan Luis Galiardo (Zadkin), María Barranco (Alejandra), Carolina Bang (Ludmila), María Ivanova (Governadora), Carmen Arche (Carmen), Andrés Pajares (General Krilenko), Fernando Conde (Psiquiatra), Mario Pardo (Perista).

Forjada no antigo Egito, a adaga de Rasputin é uma jóia lendária que dá poder quase absoluto à pessoa que a possui. César, Átila e Napoleão foram alguns de seus donos antes de Rasputin, seu último dono, após cuja morte seu rastro foi perdido.

A pista reaparece numa prisão espanhola, onde Jacinto, de origem russa, está internado. Partilha uma cela com Papeles e um recém-chegado, a Aranha, um ladrão que rouba por necessidade, e que recebe esse nome por ser um perito em fachadas de escalada, que foi preso por causa do seu bom coração, pois durante um dos seus roubos encontrou uma mulher prestes a dar à luz e levou-a ao hospital, sendo denunciada por ela, que recebeu uma recompensa por isso.

Papéis venderam a “virgindade” da aranha a alguns russos, sendo salvos por Jacinto, que vai aos chuveiros descalço, sendo identificado pelos seus pés presos como descendente de Rasputin, que vem a Krilenko, antigo comunista que deseja poder dominar o mundo de novo, dando a Zadkin a tarefa de pegar a adaga.

Eles não vão notar os meios. Assim pagam a fiança de Jacinto, que, ele não quer sair, pelo que provoca um motim, pelo que mandam os três companheiros de cela para outra prisão, sendo a sua carrinha desviada por um helicóptero que leva Jacinto.

Mas Papeles não quer ficar sem o punhal, por isso vai ao lugar onde conheceu Jacinto, que ali está sendo torturado pelos russos que tentam fazê-lo falar e libertá-lo, levando-o a um psiquiatra para que ele possa voltar à sua infância e lembrar-se do que aconteceu.

Então ele se lembra que seu pai lhe deu, antes de morrer, um pequeno matryoshkas que ele o fez engolir, onde o segredo estava escondido. Depois foi enviado para um orfanato.

Decidem viajar com o financiamento de uma cerca para Moscovo em busca do segredo, apesar de Jacinto continuar hipnotizado e ter a mentalidade de um rapaz de cinco anos.

Eles viajam com Alejandra, esposa do Papeles, e Carmen, sua filha, que se apaixona pela Aranha. Eles são pegos na chegada em Moscou por Ludmila, uma taxista que eles ignoram é a filha de Zadkin, que pretende tirar proveito deles.

Ludmila leva-os para o orfanato, que já não existe.

Mas Jacinto encontra por perto o seu velho dacha e nele encontra a mulher que cuidou dele e que lhes revela que tudo acabou num spa.

Irão para o local, onde existe uma grande colecção de matryoshkas, e à noite conseguirão entrar no museu onde se encontram, trabalhando durante horas em busca daquele que Jacinto escondeu quando era criança. E quando o encontram, o Zadkin aparece e leva-o.

Mas a filha deles, que Zadkin criou quando criança e que se tornou lésbica por causa dele, descobriu o prazer do sexo com Jacinto depois de este último ter recuperado a memória.

Na matryoshka eles encontram uma pista que os leva a um mosteiro, onde de facto vão buscar a adaga. Mas depois aparecem os homens de Zadkin, e depois deles os americanos, e os israelenses, embora seja Krilenko quem finalmente o recebe.

Mas a adaga tem a sua própria vida, destruindo um satélite de comunicação.

Jacinto, Papers e a Aranha acabarão na prisão novamente, embora na Sibéria, com a esperança de poder escapar.

Classificação: 1

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad