Sob o peso da lei (1986) por Jim Jarmusch (Down by law)

Sob o peso da leiDown

by law (1986) * EUA / Alemanha

Duração: 107 Min.

Música: John Lurie (Canções: Tom Waits)

Fotografia: Frederick Elmes

Roteiro e Direção: Jim Jarmusch

Artistas: Tom Waits (Zack), John Lurie (Jack), Roberto Benigni (Roberto / “Bob”), Nicoletta Braschi (Nicoletta), Ellen Barkin (Laurette), Billie Neal (Bobbie), Rockets Redglare (Gig), Vernel Bagneris (Preston), Timothea (Julie), L.C. Drane (L.C.), Joy Houck, Jr. (Detective Mandino).

Jack acorda ao lado de uma jovem mulher negra. Ele olha para fora da porta e há outra jovem que diz que está a ver a luz mudar.

Ele volta para a cama e quando abraça a mulher, acorda esta.

Numa rua próxima, a polícia pára um homem.

Perto, ao acordar, um homem, Zack, chega a casa e entra num quarto onde uma mulher dorme e acorda enquanto ele se despe.

Pouco depois ela, Laurette, começa a atirar os seus discos e livros para a rua, dizendo-lhe que não o ama, que não quer nenhum compromisso com ele ou que cuida dela, e dizendo-lhe que quer terminar com ele para sempre, porque está farta dele e dos seus programas de rádio, e que talvez devesse voltar para Detroit, Baltimore ou Nova Iorque e pedir outra oportunidade numa dessas estações, não entendendo que é tão difícil para ela pedir ajuda e dar um empurrãozinho, ele diz que não dá um empurrãozinho a ninguém.

Ela lhe diz que nunca mais falará com ele, que não quer que ele brinque mais com ela e que tem sido uma idiota por estar com ele.

Zack, que não fez nada enquanto jogava o resto de suas coisas fora, pede que ela não jogue fora seus sapatos, desafiando-a a bater nele.

Ele não tem. Ele os leva de volta para a rua e os coloca, não importa o que mais ele faça, deixando os velhos lá.

Jack, a mulher com quem dormiu, censura-o por não poupar nada para fazer algo juntos, porque o desperdiça em jogos, drogas e mulheres, assegurando-lhe que ele tem de se divertir, lembrando-lhe que todas as mulheres com quem ele começou estão desgastadas e que ele não compreende as mulheres, que é o que se espera de um chulo, porque se ele fosse um bom chulo já lhe teria batido.

O Jack conta o dinheiro e não presta atenção nem se ofende.

Então eles recebem uma chamada do “Gordo”, que, diz ele, tem algo que lhe vai interessar.

Ele consegue isso logo depois, do homem que sabe que tem pensado mal dele desde o bufo na paróquia de Jefferson e foi consertá-lo e esquecer o passado.

Ele diz-lhe que tem uma crioula de 19 anos no hotel Belle Chase.

O Jack decide ir ver a mercadoria, embora o avise que se for falsa ele vai acabar com ela.

Ele chega ao quarto de hotel, que ele encontra aberto, vendo uma jovem na cama a quem ele diz ter sido dito para tomar conta dela e que não vai bater nela nem cortá-la, e também vai ganhar dinheiro.

Mas de repente vários policiais entram, e ele diz que ela é sua namorada, e quando eles acendem as luzes ele vê que ela é menor, então eles o levam, deixando o policial encarregado, Mandino, com a garotinha, e ele lhe diz que vai cuidar dela.

Zack canta bêbado quando um italiano se aproxima dele e escreve num caderno as palavras que ele não sabe, como “vai embora”, o que Zack lhe diz.

Logo depois, o Preston encontra-o, que diz que tem um emprego para ele. Ele diz-lhe que lhe dará 1.000 dólares por uma hora de trabalho, ele deve conduzir alguém de um ponto da cidade para outro, sendo o carro um Jaguar.

Com o dinheiro fácil, que lhe é dado antecipadamente, ele realmente dirige o carro no meio da noite, enquanto se assegura de que não voltará a Detroit com certeza, e começa a tocar músicas como se estivesse trabalhando.

Mas de repente a polícia começa a persegui-lo, forçando-o a parar.

À mão armada, forçam-no a sair do carro. E eles colocam-lhe as algemas e abrem o capuz, onde vêem o corpo de um homem.

Jack e Zack acabam na Prisão Paroquial de Orleans, partilhando uma cela.

Zack diz-lhe que ele não é o único inocente ali dentro, que eles jogaram como ele, embora Jack lhe diga que eles não são iguais, que para ele Zack nem sequer existe, respondendo a este que ele também não existe, nem existe nada que esteja ali.

Mas alguns dias depois é o Jack que pergunta ao Zack o que se passa na sua cabeça, porque ele não diz uma palavra há três dias, ao que ele só responde “vai-te foder”.

Jack diz-lhe que quando ele sair, uma limusine cheia de raparigas estará à sua espera e ele irá desfrutar do luxo do carro e das raparigas.

O Zack diz-lhe que ele é um idiota por inventar essa história.

Jack pergunta-lhe se ele é um varredor, Zack diz-lhe que é DJ e Jack pergunta-lhe de que estação é. Ele lhe diz que Wyld, onde ele é Lee Baby Simms, e lhe pede para provar isso dizendo algo, fazendo uma apresentação para ele, não entendendo Jack que ser um DJ torna tão difícil para ele falar.

Zack passa seu tempo contando os dias pintando-os na parede, o que deixa Jack com raiva, porque, diz ele, faz com que passe menos rápido, então eles acabam lutando.

Um dia levam para sua cela outro prisioneiro que dizem ser homicida e nem sequer fala inglês.

Ele puxa o caderno para dizer que se uma merda pode matar ele está morto, depois disso ele se apresenta como Roberto, embora seus companheiros de cela não o escutem.

Ele repete algumas das frases inteligentes que ele escreveu no seu caderno.

Ele pergunta a Jack porque o colocaram na cadeia e diz que ele foi pego, mesmo sendo inocente, contando a mesma história para Zack.

Mas não o Roberto. Ele diz que matou um homem.

Eles estavam jogando cartas e ele não tinha dinheiro, e ele estava fazendo batota até eles descobrirem e ele teve que fugir, perseguido por todos, que estavam jogando bolas de bilhar nele. Para se defender, ele pegou uma bola preta e no primeiro tiro acertou um homem gordo na cabeça.

Roberto os ajuda a se relacionar e eles jogam cartas, jogando tabaco.

Ele também faz um jogo de palavras com grito e sorvete e eles fazem uma espécie de música que os três recitam até os guardas virem por causa do escândalo, enquanto nas celas seguintes eles continuam com a música.

Um dia, Roberto diz-lhes que, enquanto estava no pátio, viu uma forma de fugir que viu num filme na Itália.

Um dia eles vão levar Jack e Zack para o pátio, mas não ele, que não sai há quatro dias, para se queixar que o carcereiro o está deixando sair.

Pouco depois, os três saem para os esgotos, e uma vez fora, as sirenes são ouvidas, correndo através do campo até se esgotarem.

Roberto está feliz por ter escapado como nos filmes americanos, mas depois eles começam a ouvir os cães que os perseguem, então eles devem continuar sua fuga, indo para uma área pantanosa.

Para expulsar os cães, eles devem atravessar o rio, embora Roberto lhes diga que não pode nadar, vendo em desespero enquanto seus dois companheiros nadam para longe.

Ele teme tanto os cães como a água e quando os ouve aproximarem-se, ele só pensa que espera que eles o controlem e não o morda, por isso levanta imediatamente os braços e desiste, sendo surpreendido por trás, mas não pela polícia, mas por Zack, que volta por ele e o atravessa.

Enquanto eles descansam e Jack dorme, Zack lhe diz que há jacarés, cascavéis ou cobras-d’água e formigas vermelhas que comem uma família em meia hora, fazendo Roberto ter medo.

Eles decidem continuar sua jornada até o amanhecer, quando Roberto descobre que perdeu seu livro de inglês e consegue chegar a um abrigo. Uma casinha de madeira sem nada além de uma vela e alguns beliches sem colchões, parecendo estar de novo na cela, embora eles possam descansar naquela noite.

Jack diz que eles deveriam ir ao Mississippi, apontando para Roberto que ele quer ir ao Texas, um país muito estranho que ele já viu em muitos filmes, embora Jack diga que eles seriam presos lá.

Eles continuam seu caminho, desta vez em um barco que estava no abrigo, Roberto deve vestir um colete salva-vidas, já que ele não sabe nadar, embora eles não saibam para onde ir, percebendo depois de horas de remo que estão andando pelo mesmo lugar, até que, de repente, o barco começa a se encher de água e eles devem deixá-lo antes que ele acabe afundando.

Sem saber para onde ir, eles se sentam, percebendo depois de um tempo que Roberto não está lá.

Faminto e cansado, Jack acusa Zack de estar levando-o de propósito por mau caminho, fazendo-os dar voltas, dizendo-lhe Zack que é certo, que eles querem esgotá-lo para terminar com ele e jantar, começando novamente a brigar entre eles.

Eles são separados por Roberto, que chega naquele momento carregando um coelho que ele conseguiu caçar para o jantar.

Mas Jack e Zack estão zangados e deixam cada um ao seu lado.

A fraqueza faz os três delirarem, enquanto falam um com o outro, embora Roberto, enquanto isso, assa o coelho que apanhou, vendo como Jack e Zack voltam ao fogo depois de um tempo, pois estão com frio e comem o coelho apesar do seu mau gosto.

No dia seguinte começam a caminhar novamente até chegar a um caminho que seguirão até chegar a um restaurante italiano, pensando que talvez seja uma miragem.

Eles mandam Roberto investigar para que ele possa verificar se não há nenhum agente, enquanto se escondem esperando sua notícia, vendo que ele não sai e leva muito tempo, então, como estão com fome e frio, decidem se aproximar do restaurante, vendo pela janela que Roberto está sentado à mesa e uma mulher com quem ele está brincando, uma italiana como ele, que lhe serve comida.

Quando eles entram, Roberto fala com a mulher, Nicoletta, com quem ele concorda que nenhum deles gosta de carne de porco, olhando-se de perto, convidando Roberto para sentar-se e comer com ele, dizendo-lhes que ele está apaixonado por Nicoletta.

Ela lhes diz que seu tio Luigi lhe deixou o bar, que ele tinha ganho nas cartas e o deixou para ela, para não perdê-lo novamente.

Ela também lhes diz que seu namorado a deixou no seu aniversário e que no mesmo dia seu tio Luigi morreu e ela deixou a Itália.

Roberto explica que eles já falaram em ficar lá juntos para sempre e ter filhos, depois dos quais se beijam, brindam Bob e Nicoletta depois.

A garota explica a eles que eles estão perto da fronteira do Texas e ele não tem carro, e um homem leva o que ele precisa da cidade toda semana, já que ele só tem uma bicicleta.

Ela deixa algumas das roupas do tio, embora as do Zack sejam grandes e as do Jack sejam pequenas.

Roberto se propõe a ficar lá por alguns dias, mas eles dizem que é muito perigoso e devem partir, Zack dizendo que quer ir para Los Angeles, Jack dizendo que depois irá para o leste.

Roberto e Nicoletta dançam enquanto tomam o café da manhã e os vêem se abraçar e se beijar.

Dizem adeus depois disso, indicando-lhes que, se seguirem a estrada, chegarão a uma bifurcação, indo uma estrada para o leste e outra para o oeste.

Depois de deixar “Luigi’s Tin Top”, Jack e Zack caminham com suas roupas novas até chegar ao garfo da estrada, embora não haja nenhum sinal que lhes diga para onde cada uma das estradas está indo, trocando de roupa antes de dizer adeus e desejando um ao outro sorte, cada um deles indo por uma das estradas, sem saber para onde serão levados.

Classificação: 3

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad