Stephen King Apocalypse 2: A Guerra Final está a chegar

Se o primeiro volume da compilação me deixou completamente espantado e com a boca aberta, agora as coisas mudaram bastante. E não é que o Apocalipse 2 de Stephen King (Panini Comics) tenha baixado o seu nível de qualidade, longe disso. O roteiro adaptado de Roberto Aguirre-Sacasa ainda é preciso e preciso, enquanto o desenho de Mike Perkins e as cores de Laura Martin fazem o mundo de Stephen King aparecer em vinhetas a partir das páginas de um romance. No entanto, as coisas mudaram porque tudo se tornou mais complicado do que deveria ser. Este trabalho deve, no entanto, ser entendido como um processo. O primeiro volume tomou aquela parte pós-apocalíptica que conhecemos tão bem e deu uma pequena reviravolta para narrar um road movie coral no qual os personagens individuais formaram um grupo e esse grupo formou um grupo maior, e assim por diante. E agora esse road movie parou de repente.

Apocalipsis de Stephen King 2‘ compila as mini-séries “Almas sobrevivientes” e “Casos perdidos”. Neles, a história de King se esforça para desviar a atenção da própria sobrevivência humana e do road movie americano para se concentrar na construção de duas sociedades que são ao mesmo tempo abertamente opostas: o Bem e o Mal. As figuras de Madre Abigail e Randall Flagg tornam-se neste segundo volume, nestas duas mini-séries, uma espécie de avatar profético dos dois lados da alma humana. A condição do homem, os valores, a ética e a maneira de ser de cada indivíduo sobrevivente nesta crise humanitária global o colocará em um dos dois lados. Não parece haver qualquer possibilidade de regressão, mas é verdade que ‘Apocalipse de Estêvão Rei 2‘ faz um grande esforço para nos fazer ver que o Bem é um lugar do qual se pode sair, mas para o qual não se pode entrar se se abandona.

Sinopse Oficial de “Stephen King Apocalypse 2

Depois de uma praga que atormenta a humanidade… Quem são as almas sobreviventes? Três grupos de sobreviventes exaustos se encontram em um pesadelo americano. Dois na Nova Inglaterra, um no Arkansas. Todos eles partilham o desespero e a desolação. Mas depois do esforço de sobrevivência vêm os sonhos, sonhos insistentes de uma velha que toca guitarra na varanda da sua casa no Nebraska e oferece, se não a esperança, pelo menos uma promessa disso. Mas a Madre Abigail partilha esses sonhos com as visões de pesadelo do Homem Negro, Randall Flagg, o dono dos corvos sem alma, os animais ferozes e a visão gradual do fim do mundo. Apocalipsis’, o grande romance pós-apocalíptico de Stephen King, foi adaptado em quadrinhos em seis mini-séries entre 2008 e 2012 pela Marvel Comics. As capas foram feitas por Lee Bermejo, Mike Perkins e Tomm Coker, as adaptações foram feitas por Roberto Aguirre-Sacasa, com desenhos de Mike Perkins e cores de Laura Martin. Agora, a Panini Cómics compila estas seis mini-séries em três volumes.

Você pode ler mais sobre Stephen King no Cinemascomics.com, assim como comprar este segundo volume no site MilCómics.com.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad