The Fallen Kingdom’ é o último filme de Hollywood a colocar um personagem gay de volta no armário.

Há dias em que Hollywood parece ser um lugar muito preocupado com a diversidade, em oferecer uma imagem moderna e progressista; outros dias é claro que ainda há estúdios ancorados no passado. Talvez não seja porque (todos) os seus executivos estão cansados, mas simplesmente porque pensam que vão vender mais bilhetes dessa forma. No fim de contas, é a isso que tudo se resume.

Descobriu-se que ‘Jurassic World: The Fallen Kingdom‘ tinha um personagem gay, mas no último minuto decidiram colocá-lo de volta no armário. Esta é Zia Rodriguez, interpretada por Daniella Pineda. Se você já viu o filme, terá notado que não há referência ao fato de a jovem ser lésbica, é impossível saber. A atriz agora nos disse que eles removeram parte de uma cena onde esse aspecto de seu personagem foi esclarecido.

Chris Pratt e Daniella Pineda

Embora ela obviamente gostasse de manter esse momento que eles filmaram, a sequela do ‘Mundo Jurássico’ é a primeira grande chance de Daniella Pineda em Hollywood, e ela não tem a intenção de ser ingrata em público. A atriz diz que entende a decisão de remover essas linhas e justifica desta forma: “Entendo porque cortam: para poupar tempo.

Claro que você não precisa saber que Zia é lésbica, num show com dinossauros, mas você não precisa de muitas outras coisas num filme que dura mais de duas horas. Não parece ser um problema deixar mais alguns segundos para preservar a piada e introduzir um personagem gay das centenas que saem… Parece uma oportunidade perdida de representar um colectivo.

Tudo indica que a decisão está relacionada com a venda do filme, especialmente em mercados estrangeiros, em países onde ainda não se vê bem que uma lésbica ou um transexual esteja na tela. O filme ‘Jurassic World: The Fallen Kingdom’ arrecadou 111 milhões de dólares após o primeiro fim-de-semana na bilheteira chinesa (somando um total global de 370 milhões de dólares quando ainda não chegou aos cinemas dos EUA). Muito risco para uma pequena piada, certo?

Hollywood, a sério, estamos em 2018: ver gays e lésbicas num filme é normal!

Esta não é de forma alguma a primeira vez que uma cena desta natureza foi cortada numa franquia de Hollywood, e por razões igualmente frágeis: em ‘Thor: Ragnarok’ houve um tiro que deixou claro que Valkyrie (Tessa Thompson) estava tendo um caso, mas o tiro foi descartado porque era aparentemente uma ‘distração’. Num filme carregado de piadas improvisadas, removeram um detalhe para não distrair o público…

O mais marcante é que nos quadrinhos não há problema com a sexualidade de Valkyrie. Só no cinema. Foi o mesmo com o “Pantera Negra”. Houve um par de fotos com uma troca de olhares que sugeriu uma relação lésbica entre Okoye (Danai Gurira) e Ayo (Florence Kasumba), duas das “Dora Milaje” que protegem o Rei, e ela foi eliminada da edição final. Não deixe as garotas pensarem que esses olhares são normais!

A mesma questão foi discutida sobre a saga Harry Potter por ocasião da nova parcela de ‘Fantastic Animals’: J.K. Rowling esclareceu que Dumbledore é gay e teve uma relação na sua juventude com Grindelwald, o novo vilão da saga (interpretado por Johnny Depp), mas não veremos nada “explícito” no filme. A sério, algum fã vai ficar chocado a esta altura ao ver algo assim?

Outro ponto interessante sobre a indústria americana: um relatório da GLAAD (Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação) publicado em maio revelou que apenas 12,8% dos filmes dos grandes estúdios incluíam um personagem LGBT. Esta é a porcentagem mais baixa desde que a organização começou a coletar dados em 2012. A homofobia está crescendo na indústria? O que você acha?

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad