Vida de Brian (1979) por Terry Jones

The Life of BrianLife

of Brian (1979) * Grã-Bretanha

Duração: 94 min.

Música: Geoffrey Burgon

Fotografia: Peter Biziou

Roteiro: Graham Chapman, John Cleese, Terry Gilliam, Eric Idle, Terry Jones, Michael Palin

Endereço: Terry Jones

Intérpretes: Graham Chapman (Brian Cohen, Biggus Dickus), John Cleese (Reg, Sumo Sacerdote, Primeiro Centurião, Arthur), Terry Gilliam (Profeta, Revolucionário, Geoffrey, Carcereiro, Frank), Eric Idle (Cheeky, Stan/Loretta, Harry, Otto, Carcereiro Assistente Crucificado), Terry Jones (Mandy, mãe de Brian, Colin, Simon), Michael Palin (Nariz Grande, Francis, Ben, Pontius Pilatost, Eddie, Nisus Wettus), Kenneth Colley (Jesus Cristo), Neil Innes (Bom Samaritano), Gwen Taylor (Nariz Grande), Terence Bayler (Gregory, Dennis), Carol Cleveland (Sra. Gregory, Elsie).

Brian nasce no mesmo dia que Jesus Cristo em Belém, e os Reis Magos do Oriente vêm adorá-lo. Quando eles percebem o seu erro, voltam para recuperar os dons e dá-los ao verdadeiro Messias.

33 anos depois, na Judéia, Brian tem a oportunidade de assistir ao Sermão da Montanha, onde, apesar da beleza do que ouviu, vários participantes acabam brigando.

Depois de ouvir as belas palavras de Jesus Cristo, a multidão vai ao apedrejamento de um homem que falou o nome de Jeová. Embora as mulheres não possam comparecer, a maioria das pessoas que comparecem são disfarçadas de homens, e elas acabam com o próprio pregoeiro da cidade quando ele também fala o nome de Jeová.

Sua mãe lhe confessa que seu pai era centurião e que ele tem sangue romano, em face do qual se rebela ao se filiar à Frente Popular da Judéia, sob o comando de Reg, sendo-lhe confiada a tarefa de pintar um quadro contra os romanos em seu próprio quartel.

Brian enfrenta o desafio com medo, sendo descoberto por um guarda romano que o censura por não saber declinar bem o latim, forçando-o a pintar 100 vezes a sua proclamação.

Sua próxima missão é raptar a esposa de Pilatos, embora quando chegam ao palácio encontrem outro grupo judeu com as mesmas pretensões e, em vez de unir forças, lutem entre si, acabando apenas com Brian vivo, que é preso.

Ele é enviado perante Pilatos, que tem um problema com os seus travões que faz rir os seus guardas, e eles entram num frenesim quando ele lhes fala do seu amigo Pijus Magnificus e da sua mulher Incontinencia Suma, aproveitando a confusão para escapar, salvando-se a si próprio ao ser resgatado por uma nave alienígena que, atacada por outras naves, acaba por cair no chão.

Perseguido pelos romanos, ele vai à sede da FPJ, tendo que fugir pela varanda, o que, ao quebrar, o faz cair no lugar onde estava um pregador, sendo obrigado a improvisar, para o que usa as parábolas ouvidas de Jesus, fazendo com que algumas pessoas reparem nele, e isso, Quando ele deixa suas explicações na metade do caminho quando se vê fora de perigo, é perseguido, formando uma comitiva que o segue até o deserto onde é proclamado Messias, qualquer ato de seu ser visto como um milagre (que uma árvore frutífera tenha fruto ou que um homem que estava em silêncio há 18 anos – porque era um ermitão – fale, porque pisou nela).

Mas a sua nova fama ajuda-o a seduzir a bela Judite, com quem passa a noite, para se encontrar no dia seguinte, quando acorda com uma multidão à sua espera debaixo da varanda e ansioso por ouvir a sua palavra.

Ele é então preso e condenado a morrer na cruz sem que o FPJ faça nada.

De acordo com a tradição, Pilatos vai libertar um prisioneiro. E os judeus, para gozar com ele, propõem-lhe nomes com R, e finalmente dão-lhe o nome de Brian.

Eles ordenam que ele seja libertado quando já está crucificado. Mas quando perguntam pelo Brian, libertam o primeiro que disse que era ele, apesar de todos afirmarem ser chamado de Brian.

O FPJ lê-lhe uma declaração de admiração, mas não fazem nada para o libertar, nem a Frente Popular Judaica, que, em vez de libertar a sua, decide suicidar-se para dar uma lição aos romanos, e nem mesmo a sua mãe e Judite farão nada.

Sem esperança de se libertar da cruz, ele deve aceitar a proposta de um de seus companheiros crucificadores de olhar para o lado bom da vida.

Classificação: 2

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad