Você está preparado para a fase vlogueira de Regina Volpato, ex-casos de família? – Coisas De TV

Se você era tipo a gente aqui do site e acompanhava bastante TV lá pros idos de 2005, quando ainda existia Orkut, msn e envio de sms entre as pessoas, você deve se lembrar que um programa em especial fez bastante sucesso no SBT: o “Casos de Família” com Regina Volpato.

O formato do programa era mais ou menos o mesmo que a gente conhece hoje: gente com problema vai até o programa de auditório e, com a ajuda da apresentadora, da platéia e dos psicólogos, tenta resolver o conflito que segue um tema pré-estabelecido. Quando eu digo que o formato era “mais ou menos” o mesmo é porque no “Casos de Família” com a Regina Volpato, as coisas eram um pouco diferentes. Se agora o programa é um festival de casos escabrosos e brigas no palco, na época de Regina a gente até via umas situações engraçadas, mas a apresentadora fazia de tudo pra ajudar às pessoas e tentar trazer o melhor desfecho pro caso.

regina-volpato-casos-de-familia

Regina ouvia pacientemente os convidados, dava conselhos e sempre terminava o programa com uma mensagem motivadora. O carisma de Regina era tanto que não era raro ver a apresentadora ir até ao palco e segurar na mão de um convidado que estava meio triste, ou ficar brava quando via uma situação em que a pessoa estava sofrendo demais na mão da outra. Regina não admitia barracos com pancadaria em seu programa, e boatos dizem que foi por conta disso que a apresentadora deixou a apresentação do “Casos de Família”: um programa apelativo não era o que a apresentadora queria.

Por um tempo Regina Volpato foi vista como uma pessoa tão compreensiva que criaram até uma comunidade no Orkut chamada “Regina Volpato me entenderia”. Tempos depois ela deixou o SBT e o comando do “Casos de Família” foi para as mãos de Christina Rocha. Enquanto isso, Regina foi pra RedeTV! apresentar o “Manhã Maior” ao lado de Daniela Albuquerque depois da saída climão de Keila Lima. Lá, Regina teve que usar toda a sua paciência pra se sair bem dos micassos que Dani Albuquerque se enfiava no meio do programa ao vivo:

O tempo passou e

eu sofri calado e Regina ficou sem programa por uns tempos e aí ela resolveu se virar com uma saída bem comum nos dias de hoje. Não, Regina não criou um snapchat (ou talvez até tenha criado, nós que não sabemos); a ex-apresentadora do “Casos de Família” fez o que toda pessoa que não tem um programa (tipo a gente aqui do Coisas de TV) faz: criou um vlog e resolveu virar vlogueira.

O bom do vlog, como todo mundo sabe, é que como a pessoa não é dependente de uma emissora de TV, ela tem liberdade pra fazer o que ela quiser, e então Regina resolveu criar um projeto chamado “Prazer, Eu Sou” em que ela entrevista pessoas que julga relevantes:

No primeiro episódio ela entrevistou a Mc Soffia, uma menina fofíssima que canta e que morre de orgulho de seu cabelo black. Ao que parece, é o tipo de coisa que Regina pensava em fazer desde lá do “Casos de Família”: dar voz às pessoas para que elas falem sobre suas realidades.

Parece que vamos ter que nos preparar pra esse momento da vida em que nossos apresentadores queridos se tornam vlogueiros. Apesar dos tempos modernos certeza continua a mesma:

regina-volpato-me-entenderia

**Agradecimentos ao meu amigo Renan que postou sobre o canal da Regina no twitter e deu a inspiração pra matéria.

Share this:

Curtir isso:

CurtidaCarregando…

Relacionado

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad