X 2 madrugada. Não se pode matar o sonho com uma bala.

A segunda parte da nova série do universo mutante de Jonathan Hickman, Dawn of X, deixa claro que ninguém está a salvo, e que o mundo está mudando a toda velocidade, e ninguém está a salvo do novo poder dos Homo Superiores do planeta. Imortais, poderosos e fora do alcance de governos e super-homens, os mutantes estão olhando para o futuro, para vencer uma previsão, para um futuro onde tudo o que eles fazem, eles perdem.

X morreu, Charles Xavier foi morto durante uma incursão humana em Krakoa, e ninguém foi capaz de impedi-lo. Mas ninguém parece se importar, já que eu pude voltar graças à ilha, seus poderes e sua mente. Mas escondido nessa verdade, há muitas mentiras.

A série já segue seu próprio caminho após o fim da grande saga regenerativa que mudou tudo. X Dynasty e X Powers deixaram um novo caminho para os mutantes, mas parece que eles não abandonaram completamente seus antigos caminhos, nem os vilões nem os heróis.

Jonathan Hickman continua nos surpreendendo com suas idéias totalmente loucas e incríveis, neste caso estamos falando da Hordacultura, os primeiros botânicos terroristas radicais, e todos eles octogenários.

Parece que os mutantes e sua revolta perturbaram não só as grandes potências da Terra e seus governos, mas também os agentes com planos para o futuro do planeta. A Hordacultura é um grupo de mulheres idosas que querem mudar a Terra com plantas, deixando as espécies animais em segundo plano, até mesmo os humanos. Mas antes disso estamos assistindo ao nascimento de uma nova União, Krakoa para encontrar sua melhor metade, e Apocalipse tem muito a fazer, e pouco tem sido explicado até agora.

Conspirações, lutas internas e batalhas contra os octogenários, que mais se pode pedir? Bem, pode perguntar pelo desenho de Francis Yu. Sim, ele não está, para mim, em seu auge, mas ainda é bastante poderoso em suas cenas e bastante capaz de demonstrar o poder e a força de qualquer um dos poderes mutantes. E o mais importante, ele ainda usa o layout de sua página, tanto quanto possível, para superar os pontos de bala com a ação, ou não construir pontos de bala para destacar a força das ações.

X Patrol mantém o tipo, sendo a série ensinada desde X Dawn, mas de momento, apesar das surpresas, ainda não nos proporcionou a enorme qualidade que esperamos dela.

Por estranho que pareça, é na X Force que a trama da morte de Xavier se desdobra, e também a ação punitiva contra os assassinos. Embora no final possa não ser tão importante, porque não se pode morrer em Krakoa, os mutantes já não morrem. Nesta edição vemos toda a operação de retaliação, que serve para incorporar uma nova sociedade secreta inimiga e ligá-la à velha Arma X.
No desenho, Joshua Cassara destaca-se sobretudo pelo uso de cinzentos e contrastes. Gosta de preto, mas claro que o que mais lhe agrada é o cinzento. Não há lugar puro e escuro nesta BD, há sempre as sombras que ameaçam algo estranho cultivado e claro que não há nada tão claro que possa dizer que a X Force são heróis brilhantes de armadura luminosa.

OS NOVOS MUTANTES 2

Hickman e Brisson decidiram se divertir com esta série, fazer dela uma aventura mais adolescente, embora os personagens principais não sejam mais adolescentes, e falar conosco sobre festas, aventuras espaciais, divertir-se, mas também sobre as possibilidades, as mudanças e a família. Mudar o mundo mutante para melhor está na série, mas é tão importante como fazê-lo, como fazê-lo, e acima de tudo, o mais importante, é a esperança, mais do que o poder ou o nascimento de uma nação mutante.

Embora não seja a mais destacada de todas as séries, confirma que Hickman junto com Brisson tem um plano bem desenhado para que cada uma das linhas tenha sua própria vida e neste caso o cartunista acompanha, mas não aumenta o nível como em outras. Permanece com uma espécie de estilo muito próximo entre Sienkiewizck e Phil Noto, sem a capacidade de decidir o que quer ser, sem a capacidade metafórica do primeiro e mais próximo do segundo, mas em todo caso ainda um pouco distante da vida que o segundo traz. Flaviano, a segunda gaveta do número, está muito mais próximo do estilo heróico clássico e nada mais procura do que contar a história da melhor maneira possível

É chamada a ser uma das séries mais poderosas dentro do universo mutante nesta nova Aurora de X e, no momento em que cumpre, os números que contêm esta segunda parcela publicada na Espanha, vai ao início das guerras mutantes, aquelas em que a mesma espécie lutou consigo mesma, de pais contra filhos, e isso personifica melhor do que ninguém o Shaw. A recuperação de alguns personagens como Sebastian ou Shinobi mostra que esta série vai dar guerra. Além disso, o fato de serem piratas dá à sociedade Mercantil do Fogo Infernal esse humor de Companhia das Índias, e que tem muitos problemas para controlar Kate e sua tripulação. A trama é uma história bastante curiosa na qual muitas vezes é mais importante o que é feito nos escritórios que o que Pryde e seu povo lutam com aquele navio pirata através dos mares.

É talvez a série mais original dentro do primeiro lote feito desde o início de Dawn of X. Tini Howard fez com que todo o mundo sobrenatural, Otromundo, e tudo o que é Excalibur, sua lenda, seu legado, se encaixassem perfeitamente. Falamos das novas lendas do mais poderoso mito inglês, Arthur e sua mitologia, podemos até falar em perseguir o Cavaleiro Verde, mas não são apenas o Capitão Britannia ou Outworld os protagonistas, os mutantes ainda são a base, e o Apocalipse tem planos. Na série o mágico e sobrenatural é confundido com os poderes e finalmente veremos alguns personagens clássicos reaparecerem, incluindo um que desde que ele apareceu com Warren Ellis em sua encarnação de Excalibur, mais tarde em Contra X Força ou MI 13 tem estado presente em todos os assuntos mutantes ingleses: Pete Wisdom.

Fallen Angels é uma das grandes novidades da Alvorada de XO mesmo para o desenho, que mais tarde adicionará X Factor à linha mutante. É a história de todos os assassinos, os guerreiros que os X Homens de Krakoa que não sabem viver sem violência. Borboleta Mental, X23 e o Jovem Cabo, todos eles viveram assassinatos, guerras, muitas mortes, algumas delas próprias, e têm de encontrar um lugar dentro de toda esta nova ordem, pois parece que não lhes serve muito bem. No entanto, há alguém que pode encontrar um lugar para todos eles e este é o Sr. Sinistro. O que literalmente torna as suas intenções muito, muito claras e a necessidade de se reunirem por alguma razão ainda por revelar.

Não vou dizer que o Brasil se saiu mal na seção história, mas esperávamos uma primeira edição mais épica em termos de pretensões que acaba sendo um começo sombrio e mais introvertido. O mesmo para o desenho, bastante escuro e duro no qual podemos ver influências de manga ou outros estilos que bebem do oriental mais escuro.

Segundo mês de X Dawn, e continuamos nos perguntando onde vai acabar esse novo oásis mutante, como vai acabar um mundo onde os mutantes deixaram de ser perseguidos para serem uma potência mundial que pode destruir nações, talvez até o próprio planeta. Hickman levantou tudo o que gosta de conspirações governamentais, terrorismo, ambientalismo, novas tecnologias, negócios políticos e geopolíticos corruptos ou poderes ocultos que monopolizam a magia, ele tem tudo pronto e neste verão vamos lembrar que nos Estados Unidos vem X de Espadas, X de Espadas, a série chamada para continuar a história dos X Homens depois da Dinastia e X Poderes. Veremos o que nos espera, mas é claro que o que estamos certos é que será algo surpreendente e provavelmente muito complexo.

Alvorada de X

Revisamos toda a nova Panini Comics da segunda parte da nova série do universo mutante de Jonathan Hickman, Dawn of X, deixa claro que ninguém está seguro, e que o mundo está mudando a toda velocidade, e que ninguém está a salvo do novo poder dos superiores homossexuais do planeta.

Juan Royo 3.0 3.005Pontuação média Classificação do usuário /5( Seja o primeiro! Votos )

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos y para mostrarte publicidad relacionada con sus preferencias en base a un perfil elaborado a partir de tus hábitos de navegación. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos.
Más información
Privacidad